Visto para a Indonésia – grátis ou não? Entenda como funciona

Em 2016 a Indonésia mudou a regra de vistos para turistas de vários países (incluindo do Brasil), e isso tem gerado muita dúvida e confusão na entrada. Aqui ensinamos certinho como funciona!

Entrar na Indonésia é bem fácil e tranquilo, mas é preciso estar bem informado para não ter problemas. Enquanto estávamos na fila de imigração, vimos muita confusão (um chinês inclusive parece que foi deportado) por não entender o processo. Vamos lá:

Visa free

Desde 2016, a Indonésia passou a permitir a entrada gratuita no país para turistas de 169 nacionalidades (incluindo o Brasil). E você não precisa fazer nada com antecedência: é só chegar, apresentar o passaporte e pronto (talvez peçam para você mostrar sua passagem de saída do país).

O detalhe é que, com este esquema, você pode ficar apenas 30 dias na Indonésia. Não dá para estender (nem pagando). É o ideal para quem planeja ficar pouco tempo por lá.

Visa on Arrival

Se você pretende ficar mais do que 30 dias, a opção é pagar pelo VOA (Visa on Arrival). Este visto custa 35 dólares e é válido por 30 dias. Porém, diferente do visa free, ele pode ser estendido (pagando-se mais 35 dólares por mais 30 dias).

Ou seja: se você quiser passar 60 dias na Indonésia, vai gastar 70 dólares com visto – 35 na chegada e 35 na extensão. Infelizmente não dá para pagar os 2 meses de cara. É preciso passar pelo menos 1 semana na Indonésia para então poder pedir a extensão em algum consulado ou aeroporto (a maioria dos turistas faz a extensão em Bali).

Nós chegamos pelo aeroporto de Jakarta, e o guichê do VOA ficava bem na frente dos guichês de imigração. Aceitavam pagamentos em dólares, euros ou rúpias. Dão troco somente em rúpias. Ao lado do guichê havia caixas eletrônicos para sacar dinheiro. Depois de pagar, pegue o selo comprovando o pagamento e apresente na imigração (se você não apresentar, o oficial vai pensar que você quer o Visa Free).

Comprovante do VOA
Comprovante do VOA

Visto adiantado

Esta era uma opção bastante utilizada antes: tirar o visto com antecedência em alguma embaixada da Indonésia. Mas, com as facilidades do VOA e Visa Free, já não vale à pena. Nós até pensamos em já solicitar o visto de 2 meses na Malásia para não precisar fazer extensão depois, mas pelo que lemos é muito comum que a pessoa pague os 2 meses e os caras liberem só 1 mês. Não vale o risco.

A única utilidade prática em se tirar visto adiantado é se você quiser entrar na Indonésia por alguma fronteira pouco transitada (como as fronteiras por terra ou barco com a Malásia na ilha do Bornéu). Algumas destas fronteiras não oferecem o sistema de VOA, e por isso requerem que o visto seja tirado com antecedência.

Em resumo: se for ficar menos de 30 dias, é grátis. Se for ficar mais que isso, precisa pagar 35 dólares pelo primeiro mês e mais 35 pelo segundo mês. E, se optar pelo grátis, não dá para mudar de ideia depois. Tem que sair do país antes dos 30 dias e ponto final.

Se quiser maiores informações, este é o site oficial da imigração da Indonésia:

http://www.imigrasi.go.id/index.php/en/berita/berita-utama/998-169-countries-get-visa-free-facility

Nossa entrada na Indonésia

Nós optamos pelo VOA, pois pretendemos ficar 2 meses no país. Pagamos os 35 dólares e seguimos para a fila de imigração.

A fila foi um tanto demorada – não que estivesse enorme, mas muita gente demorava porque não entendia o processo do visto. A pessoa queria entrar de graça, mas apresentava uma passagem de saída para além dos 30 dias. Aí era mandada para pagar o VOA e não entendia. Um chinês inclusive ficou discutindo, achando que estava sendo enganado, e acabou sendo levado pelos seguranças.

Conosco foi bem tranquilo: o oficial era simpático e não nos pediu para mostrar nada. Apenas perguntou quais lugares pretendíamos visitar e quando iríamos embora. Colou o comprovante do visto no nosso passaporte, carimbou e pronto. Bem-vindos à Indonésia!

Visto Indonésia
O visto no nosso passaporte

Quando fizermos a extensão do visto, contaremos como foi!

 

Não deixem de curtir nossa página no face para acompanhar nossa viagem pelo mundo:
www.facebook.com/mundosemfimoficial

2 comentários sobre “Visto para a Indonésia – grátis ou não? Entenda como funciona

  1. Pois é! Excelente post!
    Esses dias vi um tumulto nas redes sociais causado por uma Instagramer famosa que foi deportada da Indonésia justamente por conta dessa confusão dos vistos 😬
    Obrigada por nos informar como funciona na real!
    Bjao

    1. Pior, eles deram esse esquema de visto grátis para facilitar, mas no fim só complicaram mais ainda! Amanhã vamos tentar fazer a extensão aqui para ver como funciona 🙂
      Bjo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *