Como publicar um livro de graça

Sempre sonhou em ter um livro seu na prateleira da sua casa, mas não podia arcar com os valores cobrados pelas editoras? Então não se preocupe! Aqui ensinamos como fazer isso sem gastar 1 centavo!

Recentemente lançamos nosso primeiro livro. Como não tínhamos o dinheiro para pagar os custos de edição (se você não é famoso, espere pagar pelo menos 20 mil reais para que uma editora se interesse por você), decidimos lançar somente uma versão de eBook.

Porém, com o andar da carruagem, descobrimos que era possível lançar o livro impresso sem gastar nada. Desta forma, conseguimos realizar um antigo sonho: ter nosso livro na estante de nossa casa!

Vale a pena?

Isso depende. Quando você paga uma editora, eles geralmente já incluem um revisor, algum artista para fazer a capa, uma pessoa para diagramar cada página, etc. Fazendo por conta própria, todo este trabalho ficará para você.

Além disso, as editoras se encarregam de enviar seu livro para as livrarias e fazer a propaganda. Se você pretende seguir uma carreira profissional como escritor, talvez valha a pena pagar para ter seu livro publicado. Porém, se você quer ter seu livro só pra você e para alguns familiares, ou tem seus próprios meios de fazer sua publicidade (blog, página no facebook, etc), então ir no modo grátis pode ser uma boa jogada!

E o registro do livro?

Essa é uma das coisas que deixa os escritores com um pé atrás: qual o risco que eu corro de que alguém roube minha obra?

A lei brasileira não exige que você faça nenhum tipo de registro específico para comprovar a autoria de sua obra. Se você tiver alguma forma de provar que o livro é seu, ele é seu. No nosso caso, para garantir a nossa autoria, enviamos o texto para a Amazon e publicamos o ebook. Assim, se algum dia encontrarmos nosso texto atribuído a outro autor por aí, podemos provar que nós fomos os primeiros a publicá-lo.

Muitos recomendam registrar na Biblioteca Nacional. O objetivo deste registro não é o de garantir a autoria da sua obra, mas sim de gerar um ISBN.

Para quem não sabe, o ISBN é um número que identifica o seu livro (levando em consideração todo o conjunto: texto, capa, diagramação, etc). Ou seja, se você tem um livro e quer outro exatamente igual, basta procurar pelo mesmo ISBN. Se mudou uma virgula no texto ou a cor da capa, já será necessário gerar um novo ISBN.

Você não é obrigado a registrar um ISBN, mas a maioria das livrarias só venderá seu livro se ele tiver um. No caso de ebooks, não precisa.

Se quiser registrar um ISBN, aqui estão as informações para fazer e os valores:

http://www.isbn.bn.br/website/tabela-de-precos

Se você publicar o seu livro pela Amazon, eles geram um ISBN de graça para você.

Ok, e como eu publico meu livro gratuitamente?

Existem algumas gráficas que publicam seu livro gratuitamente. Elas não estão interessadas em ganhar royalities ou vender serviços de revisão de texto ou seja lá o que for. Elas querem simplesmente vender o serviço de impressão.

Neste caso, elas irão cobrar um preço mínimo para o livro (para uma publicação de umas 200 páginas, espere pagar algo como 30 reais por exemplar). Você pode definir o preço que você quiser. Se quiser vender o livro por 500 reais, o problema é seu. Se conseguir vender algum, a editora irá descontar os 30 reais de seus serviços e te repassar os 470 restantes.

Aqui listamos duas editoras que fazem este serviço:

Não é à toa que a Amazon é uma das maiores empresas do mundo: quando subimos nosso livro para lá, em menos de 24 horas ele já estava aprovado para a venda. Ao comprá-lo, ele foi impresso no mesmo dia e enviado pelos correios no dia seguinte. A qualidade é perfeita.

Para enviar seu livro para a Amazon, faça o cadastro no site: kdp.amazon.com. Aí você preenche todos os detalhes e sobe o .doc com o texto.

Nós submetemos nosso livro primeiramente para ser vendido como ebook. Terminado o processo, já apareceu a opção para vendermos o livro físico também. O processo é todo interativo – você define a capa e o formato do texto seguindo as instruções do site. Tudo pronto, ele gera um livro virtual para você poder folhear e ver se está tudo certo. Assim que você aprovar, basta aguardar algumas horas e ele estará disponível para a venda.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O lado ruim do Amazon é que, além do valor da impressão do livro (no nosso caso, o livro tem pouco mais de 200 páginas e custou quase 4 dólares), eles ainda tiram 40% de royalities em cima dos seus lucros.

Outra desvantagem desta plataforma é que a Amazon só tem gráficas nos EUA, Europa e Japão. Se você quiser entregar o livro no Brasil, vai ter que pagar o envio internacional (no caso do nosso livro, 8 dólares).

A Clube de Autores (clubedeautores.com.br) é uma gráfica brasileira que faz um serviço muito parecido com o do Amazon. Eles possuem algumas vantagens:

  • A gráfica fica em São Paulo. Assim, o custo de envio do livro dentro do Brasil é bem menor;

  • Se você tiver cadastrado um ISBN, eles anunciam para a venda em vários sites, como a Saraiva e a Americanas;

  • Te dão a opção de vender o livro em capa comum ou dura, além de deixar que você escolha a qualidade do papel;

  • Não cobram royalities, apenas o valor da impressão.

Dentre as desvantagens, estão:

  • Demoram bastante para imprimir o livro. Espere algo entre 10 e 15 dias úteis para recebê-lo em sua casa;

  • As opções de capa são bem mais simples, tendo que respeitar um formato padrão. É possível alterá-lo contratando um serviço pago à parte;

  • A plataforma de edição deles é mais simples, o que dificulta saber exatamente como vai ficar a edição impressa. Se você for vender o livro, recomendamos que analise o primeiro exemplar antes de anunciar a venda em suas redes sociais.

Em termos de qualidade, o livro impresso por eles não deixa nada a desejar. Se você comprar em grande quantidade, o preço vai baixando consideravelmente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Eles também permitem a venda de ebooks, no mesmo esquema: cobram um valor base fixo, e o que você colocar acima deste valor fica de lucro para você. No caso do nosso livro, o valor base era de 10 reais (o que achamos muito caro, já que vendemos em outras plataformas por preços menores que este).

Nosso livro ficou com 242 páginas e tem um custo fixo de 35 reais (capa simples e com um papel de melhor qualidade).

Como vender um ebook?

Se você é novo neste negócio de ebook, provavelmente terá esta dúvida. Você pode vender o PDF tanto nestas plataformas quanto em outras, mas isso acaba sendo um incômodo para quem tem aqueles leitores específicos de ebook (que permitem trocar o tamanho da fonte, etc).

No caso do Amazon, ao subir o .doc eles geram automaticamente o formato do ebook para o Kindle (equipamento de leitura deles) e permitem que você faça uma previsão.

No caso do Clube de Autores, eles vendem o serviço de conversão do .doc para o formato .epub (formato mais comum de ebooks). Mas você pode fazer essa conversão gratuitamente usando a ferramenta Calibre (calibre-ebook.com).

Tendo gerado o .epub, basta subi-lo sem custo nenhum para o site do Clube de Autores. Também recomendamos subi-lo para a plataforma do Kobo (writinglife.kobobooks.com), pois isso irá disponibilizá-lo no site da Livraria Cultura.

É isso, pessoal! Para ter uma ideia de como ficou o nosso livro nessas plataformas, aqui estão os links:

E, para mais dicas bacanas, curta nossa página no face:
www.facebook.com/mundosemfimoficial

Um comentário sobre “Como publicar um livro de graça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *