1 ano mochilando pela América do Sul! – Planilha de gastos, fotos, dicas e muito mais!

1 ano viajando pela América do Sul – descemos até o Ushuaia e depois subimos até a Colômbia, sem pegar nenhum voo. Aqui compartilhamos tudo com vocês, inclusive nossa planilha de gastos!

Nós em frente ao monumento da Mitad del Mundo, Equador
Cruzando a linha do equador

12 meses mochilando pelo nosso continente. Foram 7 países: Uruguai, Argentina, Chile, Bolivia, Peru, Equador e Colômbia, e gastamos pouco menos que 15 mil reais para cada um. Fizemos tudo por terra e por água, viajando sempre de carona, ônibus, van, caminhão, barco ou seja lá o que estivesse disponível.

Alguns podem dizer que o que fizemos foi uma loucura – abandonamos nossas carreiras e gastamos um dinheiro que poderia ter sido melhor investido. Pode ser. Estamos há 1 ano afastados do mercado de trabalho, e dificilmente conseguiremos um emprego que nos pague tão bem quanto os que tínhamos antes de deixar o Brasil. Também poderíamos ter usado esse dinheiro para dar entrada em uma casa, e assim teríamos onde viver. Por outro lado, as experiências que vivemos este ano jamais viveríamos de outra maneira. Seriam precisos 12 anos para vivermos 12 meses de férias normais, e mesmo assim não seria a mesma coisa.

Visita de uma capivara ao nosso acampamento nos Esteros del Iberá
Acampando nos Esteros del Iberá

De férias, fazemos tudo com pressa, tudo programado. Poderíamos ter comido nos melhores restaurantes da Argentina, mas dificilmente viveríamos a experiência de comer um autêntico asado com pessoas que conhecemos na estrada. Poderíamos fazer amigos de diversas partes do mundo em algum hostel de San Andrés, mas não teríamos a oportunidade de conversar com camponeses colombianos que viveram sob o domínio das FARC. Além disso, há diversos cantos do nosso continente que não nos daríamos ao trabalho de visitar em nossa vida anterior, porque, afinal, não poderíamos “perder tempo”.

Agora vemos o tempo passar de outra forma. Enquanto antes simplesmente esperávamos as férias chegarem, hoje desfrutamos de cada momento. Um dia chuvoso não é mais um dia desperdiçado, mas um dia em que podemos fugir da rotina e ver TV (isso mesmo, nossa “rotina” agora é conhecer coisas novas).

Eduardo Galeano disse uma vez que “rico é aquele que tem tempo para perder tempo”. Vivendo com pouco mais de 10 dólares por dia, nos sentimos mais ricos do que nunca. E que venham muitos outros anos de estrada pela frente!

Missa natalina em Dalcahue, Chiloé, no Chile
Missa natalina em Chiloé, no Chile

Por onde passamos

Viajamos 22 mil quilômetros até agora, por paisagens que variaram desde a selva amazônica até o deserto mais árido do mundo.

Aqui está o nosso mapa:

Mapa de 1 ano de mochilão
Mapa de 1 ano

Alguns lugares impressionantes que conhecemos em cada país:

Leia aqui nosso resumo completo da Argentina, incluindo nossos gastos por lá.

Mucuvinha em frente ao Fitz Roy, Argentina
Mucuvinha em frente ao Fitz Roy, Argentina
  • Uruguai

    • Montevideo, a capital
    • A caríssima Punta del Este
    • A joia colonial de Colonia del Sacramento

Leia aqui nosso resumo do Uruguai.

Montevideo, Uruguai
Montevideo, Uruguai

Leia aqui tudo sobre o Chile, incluindo nosso resumo de gastos.

No Parque Nacional Torres del Paine, Chile
No Parque Nacional Torres del Paine, Chile

Leia aqui tudo sobre nossa passagem pela Bolívia.

Árvore de Pedra no Deserto de Siloli
Árvore de Pedra no Deserto de Siloli, Bolívia

Leia aqui tudo sobre nossa passagem pelo Peru.

Oásis de Huacachina, perto de Ica, Peru
Oásis de Huacachina, perto de Ica, Peru

Leia tudo sobre o Equador aqui.

Avistamento de baleias no Equador
Avistando baleias no Equador

E aqui completamos um ano. Ainda nos falta o restante da Colômbia e a Venezuela, para então deixarmos a América do Sul para trás e seguirmos para a América Central. Temos o mundo inteiro pela frente!

Santuário de Las Lajas pela noite
Santuário de Las Lajas pela noite

E o dinheiro?

Muita gente nos pergunta se ganhamos dinheiro para seguir viajando. A verdade é que juntamos dinheiro por praticamente toda a vida, e conseguimos um pouco mais vendendo tudo o que tínhamos antes de sair.

O que ganhamos neste ano foi o seguinte:

  • Cerca de R$ 900,00 (por mês) com o aluguel de um apartamento que é 50% meu;
  • 15 dólares (por mês, desde junho) com o blog (leia mais detalhes aqui);
  • 8 dólares (por mês, desde julho) vendendo fotos (leia mais detalhes aqui);
  • 122 reais em um hostel que trabalhamos em Bariloche (gorjeta e comissão na venda de passeios);
  • 100 dólares que uma amiga da Argentina nos deu de presente (conhecemos ela porque ela nos deu carona).

O total que gastamos até agora foi de R$ 29.251 (ou seja, 14.625,50 para cada um). Isso incluindo tudo, inclusive os impostos e os encargos do cartão para saques no exterior.

Neve no Deserto do Atacama, Chile
Neve no Deserto do Atacama, Chile

Começamos a viagem com alguns dólares, mas já se acabaram e agora fazemos tudo com saques no cartão de débito.

Resumindo os gastos:

  • Total: 29.251 reais;
  • Média mensal: R$ 2438;
  • Média diária: R$ 79,49;
  • Total de dias: 368

A distribuição dos gastos está assim:

  • Hospedagem: R$ R$ 6.673,11
  • Mercado: R$ 7.820,81
  • Transporte: R$ R$ 5.771,46
  • Passeios: R$ R$ 4.565,68
  • Restaurante: R$ 2.255,17
  • Outros: R$ 1.070,62
  • Reposição de equipamentos: R$ 1.094,40

*(Todos os gastos descritos são para o casal!)

Distribuição dos gastos em 1 ano de viagem
Distribuição dos gastos em 1 ano de viagem

Em termos de hospedagens, dormimos assim neste ano:

  • Couchsurfing: 25
  • Camping: 51
  • Camping selvagem: 14
  • Casa de amigos: 52
  • Hotel/hostel: 163
  • Rodoviária: 1
  • Barco/ônibus: 20
  • Trabalhando em troca de hospedagem: 41

E pegamos carona em 117 veículos diferentes. Se tem curiosidades sobre como viajar desta forma, leia aqui tudo o que você precisa saber sobre caronas!

 

Distribuição de onde dormimos durante a viagem.
Distribuição de onde dormimos durante a viagem.

Destas hospedagens, 153 foram pagas, e 215 foram gratuitas. Muitos hotéis concordaram em nos receber se tivessem lugares disponíveis, em troca de algumas fotos, como agradecimento por estarmos divulgando seu país ou simplesmente para nos ajudar a cumprir nosso sonho.

Como nosso presente de 1 ano, resolvemos disponibilizar nossa planilha de gastos, com todos os detalhes. Você pode baixá-la aqui:

Gastos mochilão 1 ano

Ela não está muito bem organizada, e pode ter um ou outro erro, mas no que tiverem dúvidas é só perguntar!

 

É isso pessoal!

Abraço a todos e não deixem de curtir nossa página no face para acompanhar nossa viagem de volta ao mundo!

www.facebook.com/mundosemfimoficial

19 comentários sobre “1 ano mochilando pela América do Sul! – Planilha de gastos, fotos, dicas e muito mais!

      1. Hahahah muito bom o blog broo! Esse lance das anotaçoes de gastos e curiosidades é de muita ajuda pra nós! Tenho uma dúvida: tens alguma informaçao de como proceder com documentaçao do carro americano no brasil? Em janeiro eu começo a minha trip e nao to conseguindo saber!! Abraço obrigado pela atençao, felipe.

        1. Valeu Felipe!
          Nós começamos esta planilha para nós mesmos, mas como muita gente tinha dúvidas, resolvemos compartilhar.
          Sobre o lance do carro, não sei te dizer! 🙁
          Conhecemos um casal de alemães que viajou o Brasil de motorhome e disseram que não pediram nada de documentação.
          Você quer ficar no Brasil com o carro? Ou depois volta para os EUA?

  1. Confesso que lendo esse resumo de 1 ano deu até vontade de vender alguns bens pra me jogar num mochilão desses… Parabéns pela coragem e força de vontade… Muitas e maravilhosas aventuras pra vcs… Bjus

    1. Muito obrigado Jackeline! 🙂
      Fica tranquila que um dia a oportunidade aparece para você, assim como apareceu para nós!
      Beijos e boas estradas para você!!

    1. Olá Leoziño! Muito obrigado por acompanhar nossa viagem e pelo interesse em nos ajudar! 🙂
      No futuro estamos pensando em fazer um financiamento coletivo para publicar um livro ou algo assim, mas se quiser nos ajudar agora, pode clicar no botão DOAR no canto direito da página, lá embaixo! 🙂
      Abraços!!

  2. Super organizado o mochilão de vocês, que legal!

    Eu fui do Brasil ao México faz 1 ano. Uma viagem bastante parecida, com economias depois de juntar também e trabalhando em alguns países que passava, mas com organização e planejamento bem básico. Muito difícil, parabéns pra vocês.
    Se eu puder ajudar em alguma informação na América central ou México, só falar.
    Meu face: https://www.facebook.com/uilhamello

    Boa energia pra vocês, divirtam-se muuuito! :*

    1. Valeu rapaz!! Acabei de te adicionar.
      Em uns poucos meses vamos cruzar para o Panamá, aí ajudas serão muito bem-vindas!
      No que precisar, estamos aqui também!
      Abraços e boas trips para você!

  3. Olá ! Adorei a matéria e gostaria de passar uma informação , julho estive em Nicaragua e Honduras , aluguei carro na Nicaragua pois fui pra las penitas, de lá toquei direto pra Honduras , porém NÃO Ê PERMITIDO ENTRAR COM CARRO DE OUTRO PAÍS EM HONDURAS. Fui descobrir logo na imigração saída Nicaragua entrada Honduras . Deixei o carro na parte da Nicaragua ( nem preciso falar que teve a gorjeta para o segurança do duty free pois estaria voltando em 5 dias de Honduras . Estacionei o carro , fiz o acordo de pagar depois obviamente . Cruzei a fronteira a pé , são 1 kilometro de distancia uma da outra , e peguei 6 tipos de transporte até chegar em isla del tigre foram 28 horas angustiantes e emocionante ao mesmo tempo. De lá , fui para capital Tegucigalpa fiquei 1 dia , voltei para Nicaragua de ônibus ( tem ônibus todos os dias entre esses países , super confortáveis) porém quando chegamos na alfândega eu fiquei para pegar o carro e o ônibus tocou direto para Nicaragua . Rezei até em latim para que o carro estivesse lá . E estava. Paguei o combinado e dirigi 8 horas até Nicaragua onde deixei o carro na locadora a qual me levou para o aeroporto pegar voo de volta para 🇧🇷. E não , não tem como pagar cafezinho nem dar jeitinho brasileiro . O carro não entra. Não consultei antes ( bom pra aprender) porque não tive problemas nos outros países da América central . Desculpe o textão , mas quis ser específica para que ninguém passe por isso . Abraços !

    1. Poxa Roxana, não sabíamos dessa. Obrigado pela informação!
      Volta e meia alguém nos pede dica para viajar de carro. Vamos repassar essa informação para o pessoal 🙂
      Abraços!!

  4. Gente, vocês não tem noção de como esse tipo de post nos ajuda <3
    gratidão gigante!!

    Uma dúvida: vocês contrataram seguro viagem? Acham que vale à pena. Minha família tá surtando com isso e é um gasto bem elevado…

    obrigada!

    1. Olá Luisa!
      Que bom que nosso post tenha ajudado 🙂
      Sobre seguro, não contratamos nenhum não, mas se couber no orçamento é uma boa para evitar perrengues. Mas se não der pra contratar, é só tomar cuidado redobrado que não vai acontecer nada 🙂

      Boa viagem!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *