Visto do Camboja – como foi nossa chegada ao país

Vai para o Camboja e tem dúvidas sobre o visto? Aqui contamos como foi para tirar o nosso na chegada ao país!

O Camboja foi um daqueles países que chegamos com receio. Havíamos escutado várias histórias sobre corrupção na imigração, pedido de propina e tudo mais. Como viajamos com o orçamento apertado, qualquer “café” assusta. Mas foi tudo muito tranquilo, e aqui damos as dicas para que você não tenha nenhum problema!

Como chegamos

Nós chegamos pelo aeroporto de Phnom Penh, a capital. Mas os procedimentos que descrevemos devem funcionar nas principais fronteiras terrestres também.

Quanto custa

O valor do visto de turismo é 30 dólares, e vale por 30 dias. Este valor está escrito na parede do aeroporto, portanto não há como te enganarem.

As únicas dicas que damos são:

  • Leve dólares, pois a cotação de outras moedas (inclusive Euro) é péssima;

  • Quando passamos eles devolviam troco, mas é melhor levar dinheiro trocado para evitar problemas.

No local de pagar o visto havia caixas eletrônicos que emitiam dólares.

O que precisa

Além das exigências normais (folhas em branco no passaporte para o visto e carimbo e passaporte válido por 6 meses), há uma coisa que você precisa levar:

  • Uma foto 6×8

Se você não tiver esta foto, seu procedimento vai demorar mais, e vão te cobrar uns 5 dólares para fazer a foto na hora. Melhor já garantir.

Nós tínhamos uma foto 5×7 que tiramos para o visto em Brunei, e aceitaram sem problemas. Eu estava preocupado, pois na foto eu estava cabeludo e com barba, mas o agente nem olhou para a nossa cara.

Nossa chegada ao país

Entrar no Camboja foi muito tranquilo. Ainda no avião, nos entregaram aquelas fichas onde você tem que preencher seus dados. A ficha era em inglês, então sem problemas quanto ao idioma. Nesta ficha perguntava qual seria nosso destino no Camboja (escreva o endereço do seu primeiro hotel), quanto tempo ficaríamos no país e qual seria o nosso próximo destino e o número do voo de saída. Como pretendemos sair do país de ônibus,  simplesmente escrevemos “Tailândia” no destino e “bus” no número do voo.

Chegando ao aeroporto, dirija-se ao local onde diz VOA (Visa on Arrival). Não confunda com o balcão do “eVisa” (este explicamos logo abaixo). No VOA você precisa preencher outra ficha, entregar seu passaporte e a foto. Depois é só ir para uma outra fila, pagar os 30 dólares e pegar o passaporte com o visto colado. Muito simples, e não levamos nem 15 minutos neste processo.

 

Visto Camboja
Visto do Camboja

Agora, com o visto em mãos, é só ir para o balcão da imigração. Chegamos e não havia fila nenhuma. O funcionário não nos perguntou absolutamente nada, carimbou nossa entrada e grampeou no passaporte um papel que precisamos entregar na saída do país. Simples assim, chegamos ao Camboja!

Do aeroporto ao nosso hotel, um tuc tuc nos cobrou 7 dólares (acredito que, se tivéssemos negociado um pouco, conseguiríamos por 5 dólares).

eVisa

Existe a opção de tirar o visto adiantado pela internet, chamado de “e-Visa”. Nós não vimos vantagem nenhuma nisso, pois custa mais caro (além dos 30 dólares, cobram mais 7 dólares de serviço e 3 dólares de taxa de cartão de crédito, totalizando 40 dólares).

Em todo o caso, se quiser tirar o visto desta forma, pode fazer pelo site:

A maioria das fronteiras terrestres aceita o eVisa. Você pode ver um mapa com todas estas fronteiras aqui.

Nota: Se você for chegar pelo aeroporto de Siem Reap pode ser interessante pedir o e-Visa para poupar tempo, pois as filas do “Visa on Arrival” lá costumam ser bem grandes.

Fronteiras terrestres

É comum quem entra no Camboja por fronteira terrestre gastar 35 dólares com o visto. Isso porque há umas pessoas que entram no ônibus, pegam todos os passaportes e o dinheiro, e depois devolvem os passaportes vistados e carimbados. Essas pessoas cobram 5 dólares de comissão, e você nem vê a cara dos agentes de imigração.

Se não quiser gastar estes 5 dólares, desça do ônibus e faça você mesmo o procedimento de imigração.

 

É isso, pessoal! Alguém teve uma experiência diferente ao entrar no Camboja? Comentem aí!

Para mais dicas bacanas de lugares pelo mundo, acompanhe-nos pelas redes sociais:

Um comentário sobre “Visto do Camboja – como foi nossa chegada ao país

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *