Visitando e acampando na Playa Blanca (Ilha Baru) da forma mais econômica possível!

Um dos destinos mais populares (e caros) de Cartagena é, sem dúvidas, a Playa Blanca. Porém, este lugar paradisíaco também pode ser apreciados por mochileiros que viajam com pouquíssima grana. Aqui ensinamos o segredo!

Câmbio oficial (fev/2017)
1 real = 918 pesos colombianos
1 dólar = 3,12 reais

Acampando na Playa Blanca
Acampando na Playa Blanca

Areia branca, água azul turquesa e paz – é isso que todos esperam quando se fala do caribe. E, infelizmente, caribe também é sinônimo de lugar caro, restrito somente às pessoas mais abastadas.

Playa Blanca, porém, oferece todo o encanto caribenho, mas é acessível até mesmo aos mochileiros que viajam em economia de guerra. Aqui ensinamos como apreciar – e até passar uma noite lá – sem gastar quase nada!

Se você está viajando de férias e quer apenas comodidade, sem se importar em gastar uma graninha a mais, pode fazer o passeio em um tour. Leia aqui como foi nosso passeio de 1 dia para lá:

Como chegar à Playa Blanca com transporte público?

Os caminhos mais comuns para lá são através de excursão ou em barco. Ambos são opções rápidas, simples e convenientes para quem está viajando de férias. Porém, se você viaja no modo econômico, é possível chegar lá gastando pouco mais de 10 reais.

Primeiramente, pegue um ônibus até a pequena cidade de Pasacaballos. Estes são ônibus de linha e saem do centro de Cartagena, próximo à praça onde está a escultura da Índia Catalina (a partir do monumento do relógio dá uns 15 minutos caminhando). Geralmente passam gritando “Isla Baru, Playa Blanca!” para chamar a atenção dos turistas. A passagem custa 2200 pesos, e o trajeto dura cerca de 1h.

Onde pegar o ônibus de Cartagena a Playa Blanca
Local onde se pega o ônibus para Pasacaballos

Chegando a Pasacaballos, desça na praça principal (o próprio pessoal vai te indicar). Aí os motoqueiros já vão vir te oferecer o transporte até a praia. O preço que pedem é 10 mil, mas chorando fazem por 7 mil. Se quiser ir em táxi, o preço normal é 40 mil, mas chorando conseguimos por 30 mil (como estávamos com um casal de amigos, acabamos indo de táxi, já que dava praticamente o mesmo preço por pessoa). O trajeto demora uns 15 minutos.

Estes táxis ou motos te levam até a entrada da praia. Dali basta caminhar uns 50 metros e já estará na areia.

Para voltar é o mesmo esquema. Acabamos voltando de moto porque estava mais difícil negociar com os taxistas do que com os motoqueiros.

Chegando à Playa Blanca

Chegar à Playa Blanca é, ao mesmo tempo, encantador e decepcionante. A cor da água, a areia branca e as casas de bambu formam um cenário espetacular, mas a enorme quantidade de turistas e vendedores ambulantes estragam um pouco a beleza.

Playa Blanca lotada
Chegando à Playa Blanca – lindo, mas lotado

Mas calma, isso tem solução: caminhe para a direita (ou seja, com o mar a sua esquerda) por uns 30 minutos, até passar a última casa, e o movimento de pessoas e vendedores vai ser praticamente nulo. Aí é só procurar uma sombra e curtir o mar. Um pouco mais adiante, onde começam as pedras, você verá várias barracas de mochileiros.

Acampando na Playa Blanca

Acampar gratuitamente na Playa Blanca não é apenas permitido, mas também aceito pela comunidade local (mesmo os mochileiros mais humildes acabam consumindo os produtos dos mercados locais).

Playa Blanca, Colômbia
Buscando um lugar para acampar na Playa Blanca

Quando fomos, o local onde o pessoal costuma acampar estava bastante cheio. Pedimos autorização para um guarda para acamparmos um pouco antes, e ele disse que não teria problema, desde que armássemos a barraca depois das 17h e desmontássemos antes das 9h.

E assim fizemos: acampamos nós, junto com o casal de amigos e mais alguns argentinos que conhecemos por lá. Nossa barraca ficou pertinho do mar, de frente ao espetacular pôr-do-sol que o lugar oferece. Pela noite a galera ainda costuma fazer uma fogueira na areia, tornando o clima ainda mais bacana.

Pôr do sol na Playa Blanca
Esperando o sol se por no Caribe

Segurança

A Playa Blanca é suficientemente longe das cidades grandes para ser um ambiente seguro. Pela noite, quem fica na praia são apenas as poucas famílias que vivem no local, os turistas que se aventuraram a dormir por ali e alguns policiais. Não há nada a temer.

Banheiro, água e comida

A Playa Blanca oferece uma estrutura mínima. As casas e hospedagens que tem luz funcionam com gerador. A água potável é trazida em barcos. E, como já é de se esperar, tudo é muito caro.

Para fazer o número 1, vá no mar mesmo. Para o número 2, há banheiros públicos que custam 1000 pesos.

Para tomar banho, o preço fica em 5 mil (te dão um balde de água doce para você se lavar).

Água mineral e comida é melhor trazer de Cartagena. Colocamos alguns preços abaixo:

Preços

Transporte para a Playa Blanca: 2200 (ônibus) + 7000 (moto) = 9200 pesos (o trecho).

Se quiser voltar em barco: 20 mil por pessoa (para ir em barco, só contratando tour).

Água mineral: 5 mil uma garrafa de 1 litro (isso mesmo!). 6 mil uma bolsa de 6 litros.

Cachorro-quente: a partir 5 mil (do mais simples).

X-Salada: entre 10 e 15 mil.

Aluguel de cadeiras de praia e guarda-sol: entre 30 e 50 mil, para até 3 pessoas.

Cabana na Playa Blanca
Uma cabana como esta custa a partir de 30 mil pesos colombianos.

Aluguel de barraca (caso não tenha uma): 10 mil por pessoa.

Dormir na rede: 10 mil.

Cabana simples para um casal: na faixa de 80 mil por noite.

Almoço (peixe frito, salada e arroz com coco): entre 25 e 35 mil.

Banheiro: 1000.

Banho de água doce: 5 mil.

Coquetéis: na faixa de 10 mil.

Pôr do sol no mar do caribe
Talvez o pôr do sol mais belo da nossa viagem

Bônus – mergulho com plânctons fluorescentes

No final da praia, próximo ao enorme hotel, há uma lagoa com plânctons verdes que brilham pela noite. Os tours para lá custam 30 mil, mas é possível ir de graça se tiver máscara de mergulho e snorkel (se não, pode ter sorte de vê-los de longe).

Para chegar, siga caminhando em direção ao hotel (é necessário uma lanterna). Passando as barracas, a praia será de pedra, mas é fácil de caminhar. Você chegará em uma porta que diz: “propriedade privada”. Atravesse esta porta e siga para a beira do mar. Evite fazer barulho (embora, mesmo que seja visto, ninguém poderá te tirar daí, já que a praia é pública). Pouco adiante o mar entra, formando uma grande lagoa. Caminhe mais um pouco e poderá ver os plânctons brilhando. Se tiver uma máscara e snorkel, é possível mergulhar aí (só recomendamos fazer isso quem tiver bastante experiência, pois será de noite e você não verá praticamente nada).

Fotografá-los é bem difícil.

Mucuvinha curtindo a Playa Blanca
Mucuvinha na Playa Blanca

Dicas

  • Independente se for dormir ou só passar o dia na praia, procure caminhar até o fim, onde terminam as casas. Lá haverá muito menos gente e praticamente nenhum vendedor ambulante. Alugar uma cadeira por lá também é muito mais barato.
  • Se for possível, evite ir em um fim de semana, assim a praia terá menos gente.
  • Não aceite nada sem combinar o preço antes, e muito menos algo que seja “grátis”. É muito comum te oferecerem uma “massagem grátis”, e depois falarem que o primeiro minuto era grátis, e te cobrarem absurdo pelos minutos seguintes (conhecemos gente que acabou pagando o equivalente a 100 reais por 5 minutos de massagem). O mesmo acontece com quem oferece comida ou bebidas.
  • Caso se sinta extorquido, procure a polícia. Bem no começo da praia (de frente para o mar, próximo ao local onde a moto te deixa) há uma pequena delegacia.
Playa Blanca
Lado tranquilo da Playa Blanca

É isso pessoal! Espero que aproveitem a dica e possam curtir ao máximo este lugar encantador!

Quer dicas sobre Cartagena? Leia nosso post aqui:

Para mais dicas, fotos e acompanhar nossa viagem de volta ao mundo, curtam nossa página no face:
www.facebook.com/mundosemfimoficial

Um comentário sobre “Visitando e acampando na Playa Blanca (Ilha Baru) da forma mais econômica possível!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *