Iquitos – Um tour pela selva onde nasce o rio Amazonas

Nauta é um pequeno povoado peruano a poucos quilômetros de Iquitos, e se destaca por estar pertinho de onde nasce o imenso Rio Amazonas. Fizemos um sensacional tour pela selva nesta região, e aqui contamos como foi!

Referência (julho/2016)
1 real = 1 sol peruano
1 dólar = 3,30 soles

Passeando de barco pelos rios da Amazônia
Passeando de barco pelos rios da Amazônia

Com cerca de 15 mil habitantes, Nauta é uma pequena cidade no coração da selva amazônica peruana. A única estrada existente na região liga Nauta a Iquitos; para chegar a qualquer outro lugar é preciso seguir de barco ou avião.

Seu isolamento geográfico torna este lugar um excelente ponto de partida para quem quer conhecer a selva amazônica. Por aqui não há indústrias, e até os automóveis são raros. Grande parte da população vive em pequenas comunidades na selva, bem naquele estilo que vemos no Globo Repórter mesmo.

Além de tudo isso, é aqui que está a confluência dos rios Marañón e Ucayali, dando origem ao imenso Amazonas, que segue até o nosso país.

Nós tivemos a oportunidade de fazer um tour de dois dias por esta região, e aqui contamos como foi!

Aqui é onde se juntam dois enormes rios para formar o monstruoso Amazonas
Aqui é onde se juntam dois enormes rios para formar o monstruoso Amazonas

Preço

Uma passagem de Iquitos para Nauta custa 10 soles.

O preço médio para um tour na região, passando a noite em algum lodge na selva, é de 200 euros por noite por pessoa. Quase desistimos.

Felizmente descobrimos o Wild Yarapa Amazon Jungle Lodge, excelente lodge que cobra apenas 100 dólares por noite (com tudo incluído, inclusive o transporte para Nauta). Ainda que 100 dólares seja grana, é relativamente barato para conhecer a Amazônia.

Verifique possíveis descontos para grupos grandes, estudantes ou longas estadias.

Observação de pássaros pode ser um ótimo passatempo na selva
Observação de pássaros pode ser um ótimo passatempo na selva
Wild Yarapa Amazon Jungle Lodge - onde passamos uma excelente noite na selva!
Wild Yarapa Amazon Jungle Lodge – onde passamos uma excelente noite na selva!

Quem leva?

A empresa que leva a este lodge é a Red Uakari Jungle Tours (https://www.facebook.com/amazonecotoursperu/).

O guia que nos levou foi o Orlando Pinedo, e seu serviço foi excelente. Se quiser entrar em contato diretamente com ele, seu telefone (e whatsapp) é: (+51) 95698 2549.

Jantando em grande estilo
Jantando em grande estilo

O tour

O legal é que este passeio é bem dinâmico – você e o seu grupo podem decidir diretamente com o guia ou a agência o que querem fazer. É possível incluir um acampamento na selva, pesca ou uma viagem de vários dias de barco, se quiser.

O tempo ideal para ficar na selva e poder conhecer bem a região é de 4 dias (3 noites). Se quiser acampar uma noite na selva, acrescente uma noite a mais.

No nosso caso passamos apenas uma noite. No futuro, de férias e com mais dinheiro, voltaremos para ficar mais, mas esta 1 noite que passamos já foi muito gratificante. Aqui contamos como foi:

O porto de Nauta
O porto de Nauta

1° dia

Orlando veio nos buscar de carro em nosso hotel em Iquitos às 9h da manhã. Estávamos somente nós – ou seja, um tour particular!

Dali seguimos por pouco mais de 1h até a pequena cidade de Nauta. No caminho ele fez uma pequena parada e comprou chicha morada (um suco de milho roxo, típico do Peru) e umas sementes para experimentarmos. Estava excelente e gelado, ótimo para amenizar um pouco o calor!

Chicha morada - para quem vem ao Peru, é obrigatório experimentá-la!
Chicha morada – para quem vem ao Peru, é obrigatório experimentá-la! A semente é “macambo”, o biscoito da selva

Chegando em Nauta, pegamos um barco e seguimos por 1h até o lodge, passando por onde nasce o rio Amazonas e acompanhados por vários golfinhos, tanto cinzas quanto rosados.

O lodge parecia de filme, todo feito de madeira em meio à selva. Nosso quarto era privado, com cama matrimonial e uma mosquiteira (imaginávamos que só dormiríamos assim na África, mas acabou acontecendo muito antes!).

Dormindo em uma mosquiteira na selva!
Dormindo em uma mosquiteira na selva!

Almoçamos um excelente bife (fazia tempo que não comíamos carne) com arroz e salada, descansamos um pouco e, quando o sol aliviou um pouco, fomos fazer um tour.

Primeiramente paramos em uma reserva onde a comunidade nativa cuidava de um lago com vitórias-régias. Orlando nos ensinou um pouco sobre as plantas da região. Tiramos algumas fotos e voltamos para o barco.

Seguimos até o rio Ucayali, onde nadamos com golfinhos até o por-do-sol e observamos algumas aves.

Voltamos para o lodge, jantamos, tomamos um banho e fomos dormir. No dia seguinte, nossa aventura começaria às 7h.

Reserva de vitórias-régia na Amazônia
Reserva de vitórias-régia na Amazônia
Belíssimo por-do-sol na selva Amazônica
Belíssimo por-do-sol na selva Amazônica

2° dia

Acordamos cedo para tomar café-da-manhã (cozinharam um prato típico da região, chamado tacacho) e logo encontramos com Orlando vindo do rio com dois peixes frescos (um deles ainda vivo) que seriam nosso almoço.

Depois de comer, subimos no barco e seguimos em mais um tour. Pegamos um dos afluentes do Ucayali (um rio negro; vimos um pequeno encontro das águas, onde a água negra e a marrom não se misturam) e seguimos selva adentro.

Por aí vimos vários pássaros, macacos, roedores e até um bicho preguiça. Era impressionante a capacidade do Orlando em encontrar esses animais no meio da floresta. Ele também conseguia imitar seus sons para fazê-los se aproximar.

E assim seguimos por mais de 3 horas que passaram voando. Infelizmente era hora de voltar.

Macaquinhos em seu habitat natural. Preciso de uma lente com um zoom maior! :D
Macaquinhos em seu habitat natural. Preciso de uma lente com um zoom maior! 😀
Que tal almoçar um peixe recém pescado?
Que tal almoçar um peixe recém pescado?

Passamos no lodge, almoçamos aquele peixe fresco e, pela tarde, voltamos para Nauta.

De brinde ainda visitamos uma pequena reserva em Nauta, onde havia várias tartarugas de todos os tamanhos.

Chegamos em Iquitos por volta das 16 horas, com uma vontade imensa de visitar a selva de novo!

Pequena reserva com tartarugas em Nauta
Pequena reserva com tartarugas em Nauta

O que levar?

  • Muito repelente e protetor solar.
  • Óculos de sol, se tiver.
  • Roupa de banho para nadar com os golfinhos (eles fornecem salva-vidas para quem não sabe nadar).
  • Uma garrafa de água para os passeios. No lodge tem água mineral para você recarregá-la.
  • Capa de chuva – o clima na selva muda completamente em questão de segundos.
  • Muito espaço na memória da câmera!

    Terminando nossa aventura!
    Terminando nossa aventura!

Para mais dicas de lugares surpreendentes, curtam nossa página no face!

www.facebook.com/mundosemfimoficial

Um comentário sobre “Iquitos – Um tour pela selva onde nasce o rio Amazonas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *