Feira de Tarabuco – uma escapada de Sucre

Para quem estiver visitando a Bolívia e for passar um fim de semana em Sucre, visitar a feira domingueira de Tarabuco pode ser uma ótima opção. Conheça como é um dos passeios mais procurados da capital boliviana!

Referência
1 real = 1,90 bolivianos (maio/2016)

Tecidos à venda na Feira de Tarabuco, Bolívia
Tecidos à venda na Feira de Tarabuco

Localizada a cerca de 2 horas de carro desde Sucre, a pequena cidade de Tarabuco mantém suas tradições e é completamente o oposto da agitada capital da Bolívia. Nos domingos, suas ruas se enchem de artesanatos, frutas, verduras, eletrônicos e tudo mais, na bonita feira de Tarabuco. Para quem está em Sucre no domingo, este é um dos passeios mais procurados!

Turistas e locais se misturam na Feira de Tarabuco
Turistas e locais se misturam na Feira de Tarabuco

Como chegar a Tarabuco

Praticamente todas as agências de turismo em Sucre vendem a excursão para Tarabuco nos domingos, e o preço fica na faixa de 40 bolivianos.

Ir por conta própria pode ser uma experiência mais interessante. Além de mais econômico, você não fica preso aos horários do tour, e pode ir junto com o povo local, em vez de ir acompanhado somente de gringos.

Indígena comendo coração de soldado espanhol em Tarabuco
Tarabuco é um povoado fortemente marcado pela cultura indígena. Na praça, é possível ver a estátua de um índio comendo o coração de um soldado espanhol.

A passagem entre Sucre e Tarabuco custa 10 bolivianos o trecho. As vans partem de Sucre da rua Germán Mendoza (o google maps mostra incorretamente como Ruta 6), próximo à esquina com a Av. Das Américas, e saem assim que lotam. Chegando em Tarabuco, basta caminhar até a praça, onde é o começo da feira.

Mucuvinha viajando no transporte público até Tarabuco
Mucuvinha viajando no transporte público até Tarabuco

Horário

A feira acontece todos os domingos. Os vendedores começam a organizar seus produtos por volta das 9h, e as 10h a feira já está bombando.

As lojas começam a fechar por volta das 14h.

Produtos à venda pelas ruas de Tarabuco
Os vendedores que não tem lojas organizam seus produtos pelas ruas mesmo

Os preços

Esta feira já foi muito procurada por vender produtos a preços muito baixos. Hoje em dia, muitos bolivianos vão lá para comprar comida, tecidos e eletrônicos em geral. Para o turista que busca artesanato, porém, a feira já não é mais tão interessante financeiramente. Com o aumento do turismo na região, os preços subiram bastante, e hoje são bastante parecidos (às vezes até superiores) aos praticados em La Paz. A variedade também não surpreende tanto.

Casacos bordados em Tarabuco
Casacos bordados que agradam turistas do mundo todo

Vale lembrar que, como quase tudo na Bolívia, não se deve aceitar o primeiro preço que te dão. É possível chorar e ganhar até uns 20% de desconto.

Para ter uma pequena ideia dos preços, um casaco de lã custa em torno de 150 bolivianos, e uma calça dessas coloridas (que todo gringo compra) sai por 60 bolivianos.

Mucuvinha e um burrinho em Tarabuco
Um burrinho no meio da feira nos faz lembrar que estamos na Bolívia!

A feira

Apesar de já não ser mais uma barganha para o turista, a feira continua sendo bastante interessante. As ruas lotadas de tecidos coloridos, os diversos aromas dos temperos e a infinidade de produtos de higiene feitos com ingredientes naturais dão um encanto ao lugar. Além disso, aquele caos organizado, típico da Bolívia, deixa a experiência mais interessante.

Artesanatos sendo vendidos na praça de Tarabuco
Artesanatos sendo vendidos na praça de Tarabuco

Para conhecer a feira, basta caminhar até a praça, e de lá seguir pelas ruas lotadas de artigos à venda. Se sentir fome, vale a pena comer no pequeno mercado central. Para os estômagos mais sensíveis, há diversos restaurantes “for gringos”.

Mercado de Tarabuco
O mercado é um bom lugar para comer de forma econômica

A feira se estende por umas 4 quadras de largura e 4 quadras de comprimento. Um tempo legal para conhecê-la bem é de 2 a 3 horas.

Venda de frutas e verduras em Tarabuco
Além de artesanato, a feira é um bom lugar para comprar frutas e verduras

Para mais dicas e acompanhar nossa viagem de volta ao mundo, curtam nossa página no face!
www.facebook.com/mundosemfimoficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *