Conhecendo Cuexcomate, o menor vulcão do mundo (Puebla, México)

Com uma altura de apenas 13 metros, o Cuexcomate é um vulcão que quase passa despercebido em uma pracinha da cidade de Puebla. Aqui contamos como é visitá-lo!

Câmbio oficial (outubro/2017)
1 real = 5,90 pesos mexicanos
1 dólar = 19,20 pesos mexicanos

Cuexcomate, o menor vulcão do mundo
Cuexcomate, o menor vulcão do mundo

Quem passa distraído ao lado deste vulcão nem se dá conta de sua existência. Com apenas 13 metros de altura e uma cratera com 8 metros de diâmetro, ele mais parece um amontoado de pedras do que um vulcão em si.

Segundo estudos, em 1064 uma erupção do vulcão vizinho Pococatépepl teria ativado a circulação de águas termais subterrâneas, que forçaram sua saída para cima, formando assim o Cuexcomate.

Atualmente, ele ganhou a fama turística de ser o menor vulcão do mundo, embora especialistas afirmem que ele na verdade se trata de um gêiser (o que não o torna menos interessante; afinal, neste caso, o pessoal daqui defende que ele seria o maior gêiser do mundo).

É bem fácil chegar lá em transporte público, e o ingresso para poder descer por sua cratera é baratinho.

Se estiver em Puebla, não deixe de dar um pulo por lá!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Quanto custa?

A entrada para a cratera do vulcão custa 11 pesos (menos de 2 reais). Alguns moradores da região ocasionalmente oferecem serviço de guia em troca de uma gorjeta voluntária, contando um pouco da história e das lendas locais.

Como chegar?

O Cuexcomate está a uns 5 quilômetros de distância do centro histórico. Para chegar até lá, é só pegar um ônibus (a passagem custa 6 pesos – pouco mais que 1 real). Os que passam ao lado do vulcão são os R-3. Pode pegar o mesmo (do outro lado da praça) para voltar.

Eles passam na esquina da Heroes de 5 de Mayo com a Av. de la Reforma, a 3 quadras da praça central:

Onde pegamos o ônibus para Cuexcomate
Onde pegamos o ônibus para Cuexcomate

Visitando o vulcão

A visita ao vulcão é coisa rápida: ao terminar de descer a escadaria que leva ao interior de sua cratera, você chegará a uma área com um mirador a um pequeno lago subterrâneo de água cristalina. Estas foram as águas que forçaram a formação do vulcão.

Apesar de não haver necessidade, contratamos um guia local para ajudar. Demos 30 pesos de gorjeta e ele nos deu um recorrido de 5 minutos. Falou que havia alguns túneis ali, mas que já aconteceu de pessoas se perderem lá dentro, e por isso eles foram fechados. Também nos contou um pouco sobre a formação do vulcão e nos mostrou um orifício em forma de coração, onde poderíamos enfiar a mão e fazer um pedido.

Escadaria para descer ao Cuexcomate
Dentro do Cuexcomate

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

É isso, pessoal! Esperamos que tenham curtido a dica deste lugar.

Para acompanhar a nossa viagem de volta ao mundo, não deixem de curtir a nossa página no face:
www.facebook.com/mundosemfimoficial

Um comentário sobre “Conhecendo Cuexcomate, o menor vulcão do mundo (Puebla, México)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *