Cruzando a fronteira Honduras – El Salvador por El Poy (Ocotepeque / Citala)

Seguindo nossa viagem pela América Central, aqui contamos como foi cruzar de Honduras para El Salvador pela fronteira de El Poy!

Câmbio oficial (jun/2017)
1 dólar = 23,50 lempiras
1 lempira = 0,14 reais
1 dólar = 3,28 reais

Mucuvinha em El Salvador
Mucuvinha chegando a El Salvador

Esta fronteira não é muito comum entre o pessoal que viaja pela América Central, já que a maioria acaba pulando ou Honduras ou El Salvador. Mas se você, assim como nós, pretende explorar estes dois países, é bem provável que acabe passando por aqui, já que El Poy é a fronteira mais próxima com El Salvador para quem vem de Copán Ruínas.

Aqui contamos como foi nosso trâmite desde Copán Ruínas até San Salvador.

Copán Ruínas -> La Entrada

Dizem que há um ônibus que sai bem cedo de Copán Ruínas e vai diretamente para Santa Rosa de Copán, mas nós acabamos perdendo. Por isso, tivemos que ir até La Entrada.

Os ônibus de Copán Ruínas a La Entrada saem de hora em hora (8h, 9h, 10h, 11h…) e custam 70 lempiras. A distância é bem pequena, mas a viagem nos durou cerca de 2 horas porque o ônibus parava muito.

La Entrada -> Santa Rosa de Copán

Para a maioria dos viajantes, La Entrada é apenas um ponto para fazer conexão de quem vem das ruínas de Copán e quer seguir para o caribe ou para El Salvador. Ao descer do ônibus, o pessoal já virá te oferecer transporte. Conseguimos um que estava saindo aquela hora mesmo para Santa Rosa, por 40 lempiras. A viagem durou pouco mais de 1h. No meio do caminho caiu uma tempestade, e tivemos que descer as mochilas que estavam no teto. Fomos com elas no colo – bem apertado, mas deu pra dar um jeito.

Santa Rosa de Copán -> Ocotepeque

Santa Rosa de Copán é uma cidade grande, e isso nos preocupava, já que em Honduras não é comum as cidades terem um terminal de ônibus. Mas não tivemos problemas: o ônibus em que vínhamos nos deixou bem onde estava saindo outro para Ocotepeque. A passagem custou 90 lempiras e a viagem durou quase 3 horas.

Ocotepeque

Chegamos em Ocotepeque quando começava a escurecer. A cidade é razoavelmente grande, mas não foi difícil encontrar uma hospedagem econômica. Bem onde o ônibus deixa há pelo menos 5 hotéis. Encontramos um por apenas 150 lempiras para nós dois, e ficamos lá mesmo. Era bem simples: nada de TV, nada de wi-fi, nada de ventilador (não precisou porque fazia um pouco de frio). Valeu pela economia. O nome deste hotel é San Antonio.

Ocotepeque -> Fronteira

No mesmo local onde o ônibus de Santa Rosa deixa o pessoal saem vans e táxis para a fronteira. Seguimos em uma van por 20 lempiras cada um. A distância é bem pequena, mas demoramos quase meia-hora porque a van ia parando para deixar o pessoal e fazer entregas.

Também tinha um certo engarrafamento de caminhões perto da fronteira, o que atrasou ainda mais.

Fronteira Honduras - El Salvador
Fila de caminhões na fronteira

Fronteira

Ao descer da van já vai vir um pessoal oferecendo serviço de bicicleta até a fronteira. Pode pegar se tiver com bagagem muito pesada, senão não precisa. A distância a se caminhar é pequena.

Do lado hondurenho da fronteira não há cidade nem nada. No lado de El Salvador há uma pequena cidade, bem típica de fronteira mesmo.

Escutamos muitas histórias de pedido de propina nas fronteiras da América Central, e por isso fomos um pouco preocupados, mas a imigração não poderia ter sido mais tranquila: Carimbamos a saída de Honduras em menos de 5 minutos (fique atento para o serviço de imigração à direita, pois não é muito evidente). Trocamos as poucas lempiras que tínhamos por dólares a uma cotação de 1 dólar = 25 lempiras.

Fronteira Honduras El Salvador
Pequeno monumento na fronteira dos dois países

Do lado de El Salvador, registramos a entrada (eles não carimbam o passaporte) sem nenhum problema. Não tivemos que pagar nada nem para sair de Honduras nem para entrar em El Salvador (se estiver fazendo o caminho contrário, terá que pagar os 3 dólares de entrada a Honduras).

Fronteira -> San Salvador

A uns 500 metros depois da fronteira há um pequeno terminal, de onde saem ônibus para San Salvador. Não sabemos em que intervalo saem, mas não esperamos nem 10 minutos para que o nosso saísse.

A passagem custa 2,20 dólares. Nós pagamos 1,60 e descemos em Aguileras, pois queríamos visitar Joya de Cerén e passar a noite lá, mas acabou sendo uma perda de tempo, porque não há hotéis nem ali nem na região. Acabamos seguindo para San Salvador em outro ônibus.

San Salvador

Como chegamos a San Salvador sem ideia de onde ir, acabamos ficando em um hotel econômico perto do terminal. O hotel se chama Venezia e nos custou 12 dólares por um quarto de casal com TV, ventilador e banheiro privado. O único ruim é que não tem wi-fi. Se estiver só de passo, pode ser uma boa. Ele está na esquina da Bulevar Venezuela com a 49 Sur.

Carona em El Salvador
Conseguimos até uma carona no lado de El Salvador!

Resumindo

  • Copán Ruínas -> La Entrada: 70 lempiras, 2h
  • La Entrada -> Santa Rosa de Copán: 40 lempiras, 1h
  • Santa Rosa de Copán -> Omotepeque: 90 lempiras, 3 horas
  • Omotepeque -> Fronteira: 20 lempiras, 30 minutos
  • Fronteira -> San Salvador: 2,20 dólares, 2h30min

Custo de Imigração

Grátis para quem cruza de Honduras para El Salvador.

3 dólares para quem cruza de El Salvador para Honduras (pago na imigração de Honduras).

 

É isso pessoal! Espero ter aclarado as dúvidas de quem for viajar por aí!

Para mais dicas bacanas e acompanhar nossa viagem pelo mundo, curta nossa página no face:
www.facebook.com/mundosemfimoficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *