Conhecendo Boracay – a paradisíaca ilha das Filipinas

Cercada por um mar azul e areia branca, a ilha de Boracay é um dos principais e mais agradáveis destinos turísticos do país. Nós passamos o ano novo por lá, e aqui damos todas as dicas!

Câmbio oficial (jan/2018)
1 real = 15,27 pesos filipinos
1 dólar = 49,80 pesos filipinos

Em vários anos, Boracay foi listada entre as 10 ilhas mais bonitas do mundo pelo TripAdvisor. Isso fez com que esta pequena ilha, com cerca de 10 mil habitantes, fosse invadida por turistas de todos os cantos do mundo. Mas nem isso tirou seu encanto: apesar de as praias centrais serem lotadas, é possível relaxar tranquilamente naquelas que estão mais ao norte. E, se busca vida noturna, a daqui talvez seja a mais vibrante de todas as praias do país.

Boracay, Filipinas
Nós chegando a Boracay

Como chegar?

Para chegar a Boracay, o mais comum é ir primeiramente até Iloilo, a capital da ilha de Panay. Há voos e barcos frequentes entre Iloilo e Manila. Outra opção é voar direto para Caticlan, de onde saem os barcos diretos para Boracay. As companhias que fazem estes trajetos são: Cebu Pacific, AirAsia e PAL Express.

  • Partindo de Iloilo

De Iloilo há ônibus e vans frequentes para Caticlan. A viagem em van leva cerca de 5 horas e custa 350 pesos (23 reais). O terminal de vans está afastado cerca de 6 quilômetros do centro de Iloilo, e um tuk tuk até lá deve custar na faixa de 150 pesos (sempre dê uma negociada). Do terminal Ceres partem ônibus, que são um pouco mais baratos mas demoram bem mais tempo.

  • Partindo de Caticlan

Caticlan é uma cidade pequena, com hotéis caros e nada muito interessante para se fazer. O ideal é chegar aqui e já seguir para o porto, de onde saem os barcos para Boracay (os ônibus e vans param quase na frente). Chegando lá, há que pagar uma taxa portuária (100 pesos – 6,60 reais) e uma taxa ambiental (75 pesos). Do lado do guichê onde se paga essas taxas há um guichê que vende as passagens do ferry por 75 pesos. Se você quiser economizar, não compre essas passagens: há outros barcos mais simples que fazem o trajeto por 25 pesos (1,70 reais). Não são tão confortáveis quanto o ferry; mas, como a viagem dura apenas uns 15 minutos, não faz muita diferença.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O porto de Boracay está a cerca de 1 quilômetro da primeira praia. Existem tuk tuks coletivos que cobram 25 pesos por pessoa e te deixam no centro. Se quiser pegar um privado, o valor fica em 150 pesos. Se estiver com muitas malas ou mochilas, terá que pegar o privado.

Deslocamento

Boracay é bem pequena, e não é impossível caminhar por praticamente toda a ilha a pé. Em todo o caso, na avenida principal há tuk tuks indo e vindo o tempo todo. Eles funcionam como ônibus: cobram 10 pesos a passagem e vão parando para pegar e deixar passageiros. Fique atento que, se um tuk tuk vazio parar para você, é bem provável que ele queira fazer uma corrida particular. Neste caso, ele provavelmente vai querer cobrar algo entre 50 e 100 pesos. Se você quer economizar, deixe claro que quer fazer a corrida compartilhada.

Avenida principal de Boracay
Avenida principal de Boracay

As praias de Boracay

Boracay tem duas praias principais: a White Beach, do lado oeste, e a Bulabog, no leste.

Mapa de Boracay
Mapa de Boracay

A White Beach tem areia branca e um mar azul transparente calmo, o que a torna ótima para quem viaja com crianças, não sabe nadar ou simplesmente quer curtir uma piscina natural. A White Beach é dividida em três estações: a 1 é a que tem menos movimento. Se você quer curtir uma praia com menos gente, melhor ficar por aqui. A 2 é onde estão concentrados os principais restaurantes e hotéis da ilha. É de longe a mais cheia, mas se você busca agito é uma boa pedida: a noite daqui é bem vibrante. A 3 ainda possui um pouco do agito da 2, mas é mais econômica.

Seja lá onde você ficar, é fácil caminhar por as três estações tranquilamente.

A praia de Bulabog é voltada para a prática de Kite Surfing. Se você não se interessa por este esporte, nem precisa perder tempo vindo aqui.

Este slideshow necessita de JavaScript.

No extremo norte há mais algumas praias, mas não chegamos a visitá-las.

Hospedagem

Boracay possui uma enorme oferta de hotéis, pousadas e casas particulares com preços que vão desde 400 pesos para um casal até algumas centenas de dólares. Mesmo viajando na alta temporada, não nos pareceu difícil chegar lá sem reserva e buscar hotel na hora. Se você é destes, recomendamos procurar pela estação 3, que é onde estão as ofertas mais econômicas.

Como passamos o natal e o ano novo em Boracay, achamos melhor chegar com reserva. Ficamos no hotel Dormitel Ecotel, onde um quarto de casal com TV e ventilador saiu por 690 pesos (fora da alta temporada o valor cai para uns 550 pesos). Hotel bom, a uma quadra da praia da Estação 1.

Se quiser fazer uma reserva em Boracay, pode fazer por aqui:



Booking.com

Comer e beber

As opções mais econômicas para comer são as carinderías (restaurantes simples, onde geralmente a comida fica em panelas na parte da frente). Nestes lugares é possível comer um prato com carne e arroz por apenas 55 pesos (menos que 4 reais). A maioria deles está localizado ao longo da avenida principal. Outras opções econômicas são as redes de fast food.

Se você busca algo mais sofisticado, ao longo da estação 2 e 3 há diversos restaurantes turísticos. Por aí é possível encontrar buffets por valores entre 250 e 2000 pesos por pessoa.

Ao longo da praia também estão diversos bares para se tomar cerveja ou drinks. Se você quer economizar, a dica é arranjar um isopor (foi bem difícil encontrar um para comprar), enchê-lo de gelo e comprar a sua bebida nos supermercados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fique atento que em Boracay os restaurantes turísticos costumam fechar cedo: a maioria já começa a recolher as mesas a partir das 22 horas. Os fast foods e mercados ficam abertos até tarde.

O que fazer?

Não há muito o que fazer em Boracay além de curtir suas belas praias e aproveitar sua vibrante vida noturna. Não se deve perder o pôr do sol em White Beach.

Algumas outras atividades que você pode fazer são:

  • Massagem

Quer relaxar de frente para o paraíso? Então procure um dos inúmeros massagistas e aproveite. 1 hora de massagem sai a partir de 250 pesos (17 reais).

Pôr do sol em Boracay
Que tal receber uma massagem vendo este pôr do sol?
  • Show de malabaristas com fogo

Uma das atrações que encantam turistas na Ásia são os shows de malabaristas com bolas de fogo, e aqui não poderia ser diferente: todas as noites vimos as performances serem exibidas na praia de White Beach. A maioria dos shows são para o pessoal dos restaurantes que estão dispostos na areia, mas você pode vê-los mesmo sem estar consumindo no local.

  • Tour pelas ilhas vizinhas

Há bastante gente oferecendo tours por algumas ilhas vizinhas a Boracay. Os tours custam 1500 pesos e duram o dia todo (incluem almoço no estilo buffet). Não fizemos.

  • Kite Surfing

Boracay é um ótimo lugar para a prática de Kite Surfing, seja por profissionais ou novatos que querem aprender o esporte. Se estiver interessado, é só ir até a praia de Bolabog e procurar algum dos diversos estabelecimentos que alugam o equipamento e oferecem o curso. Aqui estão alguns preços:

Preços para fazer Kite Surfing em Boracay
Preço dos cursos de Kite Surfing em uma agência
  • Curso de mergulho

Apesar da água cristalina, Boracay não é famosa por seus corais ou sua vida marinha, o que torna o mergulho por aqui algo pouco interessante. Em todo o caso, há bastante oferta de cursos Open Water. Se quiser tirar seu certificado de mergulhador em Boracay, espere desembolsar algo em torno de 400 dólares para o curso de 3 dias.

Boracay
Praia de White Beach lotada no fim do ano

É isso, pessoal! Gostaram da dica?

Para conhecer mais lugares bacanas, acompanhem nossa viagem de volta ao mundo pelo face:
www.facebook.com/mundosemfimoficial

3 comentários sobre “Conhecendo Boracay – a paradisíaca ilha das Filipinas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *