Conheça Lop Buri – a cidade dos macacos (Tailândia)

Ainda fora da rota turística tradicional, Lop Buri é uma cidade encantadora, com povo simpático, ruínas antigas e milhares de macacos que te dão as boas-vindas!

Câmbio oficial (set/2018)
1 real = 8,07 baht
1 dólar = 32,73 baht

Macaco em Lop Buri
Macaco tomando água na calha de um prédio

A cerca de 2h30min de trem de Bangkok está Lop Buri, uma cidade pacata, que já pertenceu ao império Khmer (atual Camboja) e depois passou ao domínio da Tailândia. Sua história em si já é interessante, e suas ruínas (muitas delas grátis) remontam aos tempos antigos do Império de Sião.

Mas o que realmente chama a atenção por aqui são seus moradores inusitados: pelas ruas, pelas fachadas dos prédios e até pelos fios de luz se veem milhares e milhares de macacos! Gordos, magros, grandes pequenos… há de todos os tipos. Tem até um templo dedicado a eles!

Gostou? Nós também. E o Mucuvinha, então, nem se fala…

Mucuvinha em Lop Buri
Mucuvinha e seus amigos

Como chegar?

A maneira mais fácil de chegar a Lop Buri é em trem. Quem vem de Bangkok pode pegar o trem na estação Hua Lamphong. A viagem dura cerca de 2h30min e a passagem custa a partir de 28 bahts (pouco mais que 3 reais!).

Confira os horários e os preços certinho aqui.

Se você pretende seguir um roteiro pelo norte da Tailândia, recomendamos dar uma parada em Ayutthaya que fica no caminho.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Hospedagem

Muita gente faz um bate-volta de Bangkok, saindo cedinho e voltando no fim da tarde. Mas se você é daqueles que gostam de conhecer bem o lugar, vale a pena passar pelo menos 1 dia por aqui.

Nós recomendamos a hospedagem Kaewhouse, que é bem barata – pagamos o equivalente a 50 reais em um quarto para duas pessoas com ar condicionado. Além disso, os proprietários são super gente boa, nos passaram todas as dicas e ainda nos buscaram na estação de trem. Para aqueles que gostam de alugar motos, eles alugam por 150 bahts.

Nossos anfitriões!

A festa dos macacos

Uma vez por ano, na última semana do mês de novembro, rola na cidade uma festa exclusiva para os macacos. Isso mesmo! É uma semana em que eles se deliciam com comida à vontade e da melhor qualidade. Além disso, muitas procissões são feitas em homenagem a eles.

A festa é uma forma dos moradores agradecerem aos macacos por atraírem turistas à cidade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O que fazer?

Basta descer na estação de trem que você já verá os primeiros macacos zanzando por ali, atrás de turistas desprevenidos com bolachas ou frutas às mãos.

Caminhando uns 100 metros você chegará ao templo de Prang Sam Yod, que é dedicado a estes animais. Preste atenção na fachada dos prédios ao redor: há macacos por todos os lados!

Aqui está um pequeno recorrido que você pode fazer:

Atrações de Lop Buri
Mapa de Lop Buri

1 – Prang Sam Yot (templo dos macacos)

Principal cartão postal da cidade: é um templo com três pagodas, que originalmente representavam a Trimúrti – tripla divindade hindu formada por Shiva, Vishnu e Brahma. Com o passar dos tempos, o templo passou a ser budista, e dentro delas se encontram estátuas do Buda (com portas de ferro protegendo-as dos macacos).

A entrada custa 50 bahts.

Este slideshow necessita de JavaScript.

2 – San Phra Kan (grátis)

Este é um pequeno templo budista em funcionamento. Aqui os macacos recebem comida e tem até uma banheira para eles mergulharem.

3 – Wat Nakorn Kosa (grátis)

Algumas ruínas antigas, que datam provavelmente do século XII, e ajudam a dar uma ideia de como era esta cidade na época.

Ruínas de Lop Buri
Ruínas de Lop Buri

4 – Wat Phra Si Ratana Mahathat (50 bahts)

Antigo monastério, hoje suas grandes ruínas oferecem a oportunidade para belas fotos. Se não quiser pagar para entrar, a vista do lado de fora já vale a pena.

5 – Phra Narai Ratchaniwet (150 bahts)

Antigo palácio monarca, construído entre 1665 e 1677 com a ajuda de arquitetos europeus, atualmente guarda o museu da cidade. Não chegamos a visitá-lo.

6 – Ban Wichayen (50 bahts)

Construída pelo rei Narai, esta era a antiga residência dos embaixadores de outros países. Nas ruínas é possível ver a mistura das arquiteturas tailandesas e europeias.

7 – Phrang Khaek (grátis)

Este é o monumento mais antigo da cidade, datado do século XI, onde se pode observar a influência da arquitetura Khmer (do atual Camboja). Acredita-se que era originalmente dedicada ao deus hindu Shiva.

Phrang Khaek, Lop Buri
Phrang Khaek

Este roteiro pode ser facilmente percorrido a pé em um dia. Pelo centro há vários locais que oferecem menus econômicos para almoçar, a partir de 35 bahts. Também há várias feiras para comprar frutas (só fique esperto com os macacos, que tentarão roubá-las assim que você der bobeira!).

Aqui está um vídeo que fizemos mostrando um pouco de Lop Buri:

É isso, pessoal! Curtiram a dica?

Não deixem de nos seguir nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *