Visitando a Joya de Cerén – a Pompeia das Américas em El Salvador

Totalmente sepultada pelas cinzas de um vulcão, o sítio arqueológico de Joya de Cerén é o único Patrimônio da UNESCO de El Salvador, e uma importante fonte de informação para os arqueólogos. Se estiver conhecendo o país, não deixe de visitar este lugar!

Câmbio oficial (junho/2017)
1 dólar = 3,30 reais

Joya de Cerén - Patrimônio da UNESCO
Mucuvinha na Joya de Cerén

Joya de Cerén

Habitado por um povo agrícola maia entre meados dos anos 400 e 600, a Joya de Cerén é o sítio arqueológico mais importante de El Salvador e um dos mais importantes da América Central. Sua principal característica é a de mostrar como era a vida de pessoas comuns e humildes no período pré-colombiano, diferente dos outros mais famosos onde viviam os líderes e a nobreza.

Cerén foi abandonada e sepultada por volta dos anos 600 por conta da erupção de um vulcão (sua cratera atualmente é preenchida pela Lagoa Caldera), e por isso é conhecida como a “Pompeia da América”. Aqui, porém, não foi encontrado nenhum corpo, o que indica que seus habitantes conseguiram escapar com vida.

A Joya de Cerén foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1993.

Escavações da Joya de Cerén
Escavações da Joya de Cerén

Como chegar

Para chegar a Joya de Cerén, o idal é partir de San Salvador. Os ônibus para lá saem do Terminal Ocidental, com destino a San Juan Opico. Há dois tipos: os grandes, que custam 50 centavos, e os menores, que custam 75. Ambos saem com bastante frequência.

Cerén fica uns 5km antes de Opico. Peça para alguém te avisar onde descer, ou fique de olho nas placas. Há uma parada bem na frente da entrada para as ruínas. A viagem dura pouco menos de 1 hora.

E nem adianta procurar hospedagem na cidade de Cerén ou nas cidades próximas, pois não há. Nós tentamos passar a noite lá perto, mas acabamos tendo que seguir para San Salvador.

Ruínas das Joyas de Cerén
Ruínas das Joyas de Cerén

Valor

A entrada para estrangeiros custa 3 dólares. Para centroamericanos custa 1 dólar.

Visitando as ruínas de Joya de Cerén

O sítio arqueológico de Joya de Cerén é pequeno, mas bastante valioso. Há algumas poucas edificações escavadas, como casas, centros cerimoniais e cozinhas coletivas. As placas são bem informativas (em espanhol e inglês), tornando-o fácil de percorrer e entender a história por conta própria.

Também há uma réplica de como era um centro de purificação com vapor (algo como uma sauna da época).

Para percorrer toda a Joya de Cerén com tranquilidade e lendo cada placa, você deverá demorar entre 30 e 40 minutos.

Cozinha compartilhada usada pelos habitantes de Cerén

Arredores

Nesta região há algumas outras ruínas, sendo a segunda mais famosa a de San Andrés (cidade para a qual Joya de Cerén pagava tributos). A entrada para cada uma delas custa 3 dólares.

Se quiser recorrer todas, espere caminhar cerca de 10km. O tempo estimado para o recorrido todo é de 6 horas.

Réplica de uma sauna em Cerén
Réplica de uma sauna em Cerén

É isso pessoal! Espero que tenham gostado da dica. Não deixem de visitar este lugar quando estiverem por El Salvador!

Para mais dicas bacanas e acompanhar nossa viagem pelo mundo, curta nossa página no face:
www.facebook.com/mundosemfimoficial

Um comentário sobre “Visitando a Joya de Cerén – a Pompeia das Américas em El Salvador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *