Visitando as Batu Caves – um destino hindu em Kuala Lumpur

Está de passagem pela Malásia? Então não deixe de visitar as Batu Caves, um destino encantador, místico e gratuito!

Câmbio oficial (fev/2018)
1 real = 1,23 myr
1 dólar = 3,90 myr
1 euro = 4,85 myr

Batu Caves, Kuala Lumpur
Entrada das Batu Caves, com a estátua do Murugan à frente

“Batu Caves” é o nome dado a uma grande montanha de pedra ao norte de Kuala Lumpur que possui uma série de cavernas em seu interior. Dentro de algumas destas cavernas há templos hindus, o que a torna um dos destinos mais importantes desta religião fora da Índia.

As Batu Caves são dedicadas ao Senhor Murugan, o deus hindu da guerra. Em frente à entrada da caverna principal está uma estátua de Murugan, com quase 43 metros de altura (como referência, o Cristo Redentor tem 38m). Esta é a maior estátua do mundo dedicada a este deus.

Há também uma estátua dedicada ao senhor Hanuman e outra a Shiva.

Nas Batu Caves também se celebra a importante festividade hindu chamada Thaipusam (leia mais sobre o thaipusam aqui).

Dentro das Batu Caves
Dentro da caverna principal

Como chegar?

É bem fácil chegar às Batu Caves em transporte público, já que há uma estação de trem da KTM Komuter quase na frente.

Para quem vem da China Town, basta seguir até o terminal de trem Kuala Lumpur. Ela é integrada à Pasar Ceni, mas, como são empresas diferentes que operam, se você entrar na Pasar Ceni terá que pagar duas vezes a entrada.

Do terminal Kuala Lumpur é só esperar o trem que diz “Batu Caves”. Note que trens para diferentes destinos passam na mesma estação, então fique atento para não subir no errado.

O preço das passagens é proporcional à distância percorrida. Desde a China Town até Batu Caves você gastará 2,50 MYR.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vestimenta

As mulheres precisam estar vestidas com calças ou saias compridas para entrar nas Batu Caves. Caso estejam com as pernas de fora, precisarão alugar uma saia (5 MYR; devolvem 2 MYR quando você devolver a saia). Ombros, braços e cabelo podem estar descobertos sem problemas.

Homens não costumam ter problemas para entrar de bermuda.

Visitando as Batu Caves

Saindo da estação de trem você já vai se deparar com um calçadão. Basta segui-lo que logo estará de frente à famosa estátua do Murugan. Ao lado da estátua há uma escadaria de 272 degraus que leva até a caverna principal. Não se paga absolutamente nada para entrar.

Nesta escada (e, às vezes, no pátio principal), os visitantes são surpreendidos por vários macacos curiosos que fazem a alegria dos turistas. É preciso tomar cuidado com seus pertences, pois muitos destes macacos são ladrões de comida.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vencida a escadaria, você entrará em uma enorme caverna, que dá acesso a outra. Dentro destas cavernas há dois templos (um deles estava em construção quando visitamos). Para entrar a estes templos é preciso estar descalço (o que torna interessante fazer a visita de chinelos).

Mais ou menos na metade da escada há um desvio para uma outra caverna. Nesta, é possível fazer um tour guiado (35 MYR) para conhecer um pouco mais das formações geológicas e dos animais que vivem lá dentro. Não fizemos.

No caminho de volta, quase ao lado da estação de trem, fique atento à estátua verde de Hanuman. Se seguir por trás dela encontrará um outro templo, e atrás deste templo a estátua de Shiva.

O passeio completo pelas Batu Caves não deve levar mais que 2 horas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

É isso, pessoal! Curtiram a dica?

Para conhecer mais locais bacanas pelo mundo, curtam nossa página no face:
www.facebook.com/mundosemfimoficial

2 comentários sobre “Visitando as Batu Caves – um destino hindu em Kuala Lumpur

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *