Vai para Buenos Aires? Aprenda a usar o transporte público dos porteños!

O transporte público em Buenos Aires é muito barato e funciona excelentemente bem. Pode ser uma ótima saída para quem quer economizar e estar mais em contato com a população local!

Buenos Aires possui um ótimo sistema de trens e metrô que cobre boa parte da capital e das cidades vizinhas. Para locais onde o metrô não chega, o ônibus é uma boa alternativa.

Como a inflação no país é um pouco complicada, vamos colocar os valores do câmbio para a data que visitamos o país:

1 dólar – 16 pesos argentinos
1 real – 4 pesos argentinos

Uma passagem de ônibus por lá não custa mais que 4 pesos (1 real), e o metrô custa 5 pesos (1 real e 25 centavos).

Para saber como se deslocar por lá, há um aplicativo municipal para celular/tablet que indica quais ônibus se deve tomar para chegar de um lugar a outro (o google maps não funciona muito bem ali). O nome do aplicativo é “Cómo LLego BA” e pode ser baixado gratuitamente. Requer acesso a internet, mas não é difícil encontrar wi-fi gratuito e aberto em Buenos Aires.

O cartão SUBE

Chegando lá, faça cartão de transporte público, chamado SUBE. Ele serve tanto para ônibus quanto para trens e metrô, e custa 25 pesos (ele vem zerado, mas é possível ficar “devendo” até 10 pesos nele, o que faz com que o cartão custe na verdade 15 pesos). Com este cartão, o preço das passagens fica um pouco mais barato (o metrô passa a custar 4,50), além de ser possível fazer conexões gratuitas (não entendemos muito bem como funciona, mas algumas vezes entramos em ônibus e não pagamos nada 🙂

O cartão é um pré-pago simples. Para colocar crédito, vá a qualquer mercadinho ou quiosque que tenha o adesivo do SUBE na frente (há pelo menos 1 por quarteirão), ou nas estações de metrô. Para fazer o cartão, procure lotéricas, estações de metrô ou prédios de serviços públicos, como os Correios.

Dicas

  • Não é possível pagar o ônibus com dinheiro em papel, somente com o SUBE ou com moedas. Se não tiver nem um nem outro, vá de metrô (estes sim aceitam dinheiro) ou peça para alguém pagar para você e dê o dinheiro para a pessoa. Os argentinos já estão meio acostumados com isso.
  • Os ônibus não tem um valor fixo. Você entra, fala para o motorista para onde vai e o preço é calculado com base nisso (geralmente fica em torno de 3,25 pesos)
  • As estações de metrô possuem o nome da rua perpendicular à linha onde elas estão. Assim, duas estações de metrô de linhas diferentes podem possuir o mesmo nome (e uma mesma estação que é comum a duas linhas pode ter dois nomes). Por isso, não guarde um endereço como sendo “próximo a estação Callao”, mas sim “próximo a estação Callao da linha vermelha”.
  • O terminal de trens é a estação Retiro da linha azul. Dali é possível ir por cerca de 4 pesos a cidades vizinhas, como Tigre e Luján (onde as excursões cobram uma fortuna para levar).
  • Os metrôs param de funcionar às 22h (algumas linhas trabalham até um pouco mais tarde). Os ônibus são 24h.
  • Leia todas as nossas dicas sobre a Argentina aqui.

 

Para mais dicas de viagens e acompanhar nossa viagem de volta ao mundo, curtam nossa página no face:
www.facebook.com/mundosemfimoficial

3 comentários sobre “Vai para Buenos Aires? Aprenda a usar o transporte público dos porteños!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *