Medellín – Tudo sobre a cidade mais inovadora do mundo

Para quem visita Medellín, com seu excelente transporte público, suas belas obras sociais e seu povo extremamente simpático, é difícil acreditar que ela já foi tão perigosa no passado. A forma como ela se reergueu é surpreendente, e aqui compartilhamos tudo para que sua passagem por lá seja a melhor possível!

Câmbio oficial (outubro/2016)
1 real = 910 pesos colombianos
1 dólar = 2910 pesos colombianos

Obra do célebre artista paisa Fernando Botero, no centro de Medellín
Obra do célebre artista paisa Fernando Botero

Antes eleita como a cidade mais perigosa do mundo, hoje Medellín é, sem dúvidas, a mais inovadora. Considerada uma das melhores cidades para se viver da América do Sul, é difícil acreditar que seu passado foi tão violento.

Durante o fim dos anos 80 até meados dos anos 2000, marcados por Pablo Escobar, guerras entre cartéis de drogas, paramilitares e guerrilhas, a taxa de homicídios era tão elevada que a cidade estava sempre entre as 10 mais perigosas do mundo. Nestes últimos anos, porém, a cidade mudou completamente, e os turistas podem apreciá-la sem medo algum. A criminalidade caiu mais de 80%, e ela recebeu o título de “Cidade do Ano” pela Wall Street Journal, além de diversos outros prêmios de inovação.

Vem para a Colômbia? Não deixe de visitá-la!

Hospedagem em Medellín

Como toda cidade grande, há que escolher bem o local onde vai se hospedar.

Em Medellín, o melhor bairro para ficar é o El Poblado, onde a maioria dos viajeiros se hospedam. Esta região é segura (tanto de dia quanto de noite) e de fácil acesso ao metrô, que leva para todos os lados.

E não é por ser um bairro bom que é necessariamente caro: nós ficamos no hostel La Presidenta (https://www.facebook.com/lapresidentahostel/) por apenas 15 mil pesos colombianos por pessoa, em uma cama de casal em um quarto compartilhado. Além de ser, sem dúvidas, a opção mais barata, está localizado pertinho da praça El Poblado e da Las Lleras, e ofereceu um ótimo serviço e cozinha. Recomendado!

Hostel La Presidenta - ótima opção econômica em Medellín!
Hostel La Presidenta – ótima opção econômica em Medellín!

Quer reservar seu hotel por lá? Faça a reserva por aqui e ajude nosso site a continuar no ar! 🙂



Booking.com

Transporte público

Medellín é uma cidade comprida, localizada dentro de um vale. Seu excelente sistema de metrô (2150 pesos a passagem) te leva para praticamente todos os lugares e faz, inclusive, conexões com redes de teleféricos.

O metrô funciona com cartão, que é feito gratuitamente na hora.

Os ônibus não aceitam dinheiro. Se precisar pegar algum, precisará fazer um cartão no próprio metrô ou pagar o preço da passagem a algum outro passageiro e pedir que ele passe o cartão para você. O preço das passagens de ônibus varia de acordo com o trecho, mas fica na faixa de 2 mil pesos.

Uma das linhas de metrô de Medellín
Uma das linhas de metrô de Medellín

Água

Em Medellín, a água da torneira é própria para o consumo humano. Pode economizar com água mineral enquanto estiver por aqui!

Clima

Conhecida como “cidade da eterna primavera”, Medellín possui um clima agradável o ano inteiro, sem fazer muito calor nem muito frio. De setembro a dezembro costuma ser temporada de chuvas.

Segurança

Como já dissemos, Medellín é, hoje, uma cidade bastante segura. De qualquer forma, é bom tomar os cuidados essenciais de qualquer cidade grande. A região de El Poblado é bastante segura, mas no centro podem ocorrer delitos, principalmente pela noite. Também tenha cuidado com furtos dentro do metrô lotado.

Uma das igrejas de Medellín
Uma das igrejas de Medellín

Chegando e saindo

Medellín possui dois terminais de ônibus: um ao sul (que liga às cidades como Cali, Popayán e o Eje Cafetero) e outro ao norte, que liga principalmente a Bogotá, Guatapé e ao Caribe. O terminal norte está conectado diretamente à estação Caribe do metrô. O terminal sul está a uma pequena caminhada da estação Poblado e do bairro El Poblado. Se estiver com mochilas pesadas, considere pegar um táxi (não deve passar de 10 mil pesos o translado).

O aeroporto está localizado ao lado do terminal sul.

Informações turísticas

Para conhecer melhor a cidade, pegue um mapa gratuito em algum dos centros de informações turísticas. Eles estão localizados nos dois terminais de ônibus, no aeroporto e em alguns lugares do centro (na Plaza Cisneros, por exemplo, há um).

Bela vista da cidade de Medellin, a partir do "Pueblito Paisa"
Bela vista da cidade de Medellin, a partir do “Pueblito Paisa”

Preço da comida

Comer em Medellín, de uma forma geral, é barato. Em Poblado há restaurantes simples cobrando a partir de 8 mil no menu. No centro, é possível encotrar a partir de 6 mil.

Um x-salada na rua sai por 2 mil, e 15 tangerinas custam mil.

Se estiver por aqui não deixe de provar o prato típico da cidade: a bandeja paisa, que vem com um MONTE de comida, incluindo arroz, feijão, carne, linguiça, ovo, salada, etc. Um prato destes sai na faixa de 14 mil. Deixe para comê-lo quando estiver com fome!

Os paisas

Paisa é a palavra usada para denominar quem é de Medellín, e eles são, sem sombra de dúvidas, um motivo a mais para se visitar a cidade. A simpatia deste povo realmente nos impressionou, desde o momento em que saímos da rodoviária com a mochila nas costas e ouvimos o pessoal gritar das janelas dos ônibus: “sejam bem-vindos a Medellín!”.

Os paisas também são bons de festa. Se tiverem a oportunidade, não deixe se sair uma noite de rumba com eles!

Mucuvinha em uma das inúmeras áreas verdes de Medellín
Mucuvinha em uma das inúmeras áreas verdes de Medellín

O que fazer em Medellín?

Com uma infinidade de parques, praças, museus, baladas e história, Medellín é uma cidade que pode ocupar 4 ou 5 dias tranquilamente. Há diversos Free Walking Tours pelo centro, caso queira fazer um passeio guiado. Se não, pode fazer tudo por conta própria mesmo, usando o metrô.

Aqui vão alguns lugares legais para se conhecer:

Plaza Botero

Fernando Botero é um renomado artista colombiano, e suas obras (em geral quadros ou esculturas) são marcadas por seu estilo único, retratando pessoas e animais com formas exageradas, em geral redondas e gordas.

Plaza Botero, reunindo inúmeras obras do artista paisa.
Plaza Botero, reunindo inúmeras obras do artista paisa.

Medellín está cheia de esculturas do artista, sendo que as principais delas estão reunidas na Plaza Botero, ao lado da estação de metrô Parque Berrío.

Junto à praça está o belíssimo edifício do Palácio de la Cultura e o Museu de Antioquia (entrada 18 mil pesos), que reúne pinturas de Botero e obras de outros importantes artistas colombianos.

Jardín Botánico

O Jardim Botânico de Medellín, com sua enorme área verde, é um passeio bem bacana para quem quer sair um pouco do agito da cidade, especialmente nos fins-de-semana, quando os paisas vão relaxar por lá.

Jardim Botânico em Medellín, com sua arquitetura única.
Jardim Botânico em Medellín, com sua arquitetura única.

A entrada é gratuita, e sempre há eventos no local.

O Jardim Botânico está próximo à estação de metrô Universidad, ao lado do Parque Explora.

Parque Explora

O Parque Explora é um grande parque dedicado às ciências, principalmente à física e à biologia. Sua infinidade de informação e jogos para aprender encantam tanto crianças quanto adultos que o visitam.

Dê atenção especial ao seu sensacional aquário e à sala de Jogos da Mente, onde alguns quebra-cabeças vão te entreter por um longo tempo.

Um pouco de ilusão de ótica no Parque Explora
Um pouco de ilusão de ótica no Parque Explora

Sem dúvidas é um passeio imperdível pela cidade. Reserve umas 4 horas para visitá-lo tranquilamente.

O Parque Explora está ao lado da estação Universidad, e é um passeio bacana para fazer combinado com o Jardim Botânico.

A entrada ao parque, incluindo acesso a todos os lugares, custa 23 mil pesos.

Leia mais detalhes do Parque Explora aqui.

Plaza Cisneros

Localizada em pleno centro da cidade, pertinho da estação San António, está a Plaza Cisneros, uma praça composta por enormes postes de luz. Ela é muito bonita de dia, mas também merece uma visita pela noite, quando seus postes se iluminam.

Postes da Plaza de Cisneros, em Medellín
Postes da Plaza de Cisneros, em Medellín

Ao lado da praça há um shopping com um terraço, onde você pode subir para tirar fotos de um ângulo melhor.

A partir desta praça é fácil chegar caminhando à Plaza Botero, ao Pies Descalzos e ao Centro Administrativo La Alpujarra.

Parque Pies Descalzos

Nesta praça há um enorme campo de areia, onde as pessoas são convidadas a caminharem descalças. A ideia do projeto é que as pessoas tenham um pouco de contato com a natureza, escapando por uns momentos do caos urbano.

Ainda que a praça seja simples e não ofereça grandes atrativos, está pertinho das atrações do centro, e merece uma visita.

Caminhando pelo Parque dos Pies Descalzos
Caminhando pelo Parque dos Pies Descalzos

Complexo Administrativo La Alpujarra

Este complexo administrativo abriga as sedes governamentais de Medellín, tanto municipais quanto governamentais.

Além da beleza arquitetônica, nesta região destacam-se também várias obras de arte, com destaque a “Homenaje a la raza“, uma enorme escultura no meio da praça. Nesta parte também está a antiga estação de trens da cidade, completamente restaurada.

Centro Administrativo La Alpujarra
Centro Administrativo La Alpujarra

Teleférico de San Javier

Este teleférico é um dos exemplos de inovação de Medellín: com integração gratuita ao metrô, ele sobe o morro até uma das regiões mais pobres da cidade, levando um meio de transporte digno às famílias menos afortunadas.

O teleférico oferece uma vista bacana da cidade. Para chegar até lá, vá até a estação San António, de lá faça a conexão (gratuita) com a linha laranja, e siga até San Javier. Em San Javier é possível pegar (gratuitamente) o teleférico, e dar uma volta completa.

Teleférico em Medellín, com integração gratuita ao metrô
Teleférico em Medellín, com integração gratuita ao metrô

Museu Casa de la Memoria

Com entrada gratuita, este museu foi feito em homenagem às vítimas da violência na Colômbia. Não há um vilão em especial aqui: vítimas das guerrilhas, das ditaduras, dos cartéis de droga, da desigualdade social ou de violências domésticas são lembradas.

O museu contém apenas uma sala, mas é possível passar horas lá dentro para conhecer melhor a situação do país. Há telas interativas com depoimentos, pensamentos e notícias de jornais dos principais acontecimentos da Colômbia.

Telas interativas no Museo de la Memória
Telas interativas no Museo de la Memória

Para chegar até lá é preciso fazer conexão com o metrocar (um metrô que anda pelas ruas da cidade) na estação San António e descer na parada Bicentenário. A conexão não é gratuita. Se quiser economizar, é possível ir caminhando, mas procure fazer isso antes de escurecer e durante a semana (quando há movimento), pois o museu não está em uma das zonas mais seguras da cidade.

Pueblito Paisa

Sobre o Cerro Nuribara, oferecendo uma bela vista panorâmica de Medellín, está o Pueblito Paisa, uma pequena réplica representando como era a cidade nos tempos antigos. Ali, casas, restaurantes e até uma capela foram construídas aos moldes coloniais. Vale a pena almoçar um dia por aqui.

Pueblito Paisa
Pueblito Paisa

No local também há um museu (entrada 2 mil pesos) com fotos que ilustram a evolução de Medellín.

Para chegar até lá gratuitamente, desça na estação Industriales, caminhe até a Calle 30A e procure a escadaria que leva até o topo do cerro. Se tiver com preguiça de caminhar, há táxis que fazem este trajeto.

Pablo Escobar

Medellín ganhou a má fama de “cidade de Pablo Escobar”. Ainda que grande parte dos turistas visitem Medellín interessados na história do traficante, e que séries como Narcos tenham triplicado o turismo por lá, este passado ainda tráz muita dor para os paisas. Portanto, se for tratar deste assunto com alguém de lá, procure fazer da forma mais respeituosa possível.

Alguns pontos de interesse de quem segue os passos de Pablo Escobar são:

Mucuvinha na entrada do bairro Pablo Escobar
Mucuvinha na entrada do bairro Pablo Escobar

Há tours que oferecem este passeio a partir de 60 mil pesos, mas você pode fazer tudo por conta própria. Nós visitamos cada um destes lugares sem gastar nada (além da passagem do metrô), e detalhamos como fazer aqui.

Noite

Medellín é marcada por uma vida noturna bem animada, com baladas e bares de vários estilos, em especial aos que tocam salsa e reggaeton.

As festas começam a se animar a partir de quarta-feira, sendo mais intensas nas sextas e sábados.

Se estiver hospedado em El Poblado, basta caminhar até a praça Las Lleras (esta região é segura mesmo de noite) e escolher o local que mais te agrade. Festejar na rua também é uma opção.

Noite no parque Las Lleras
Noite no parque Las Lleras

Os lugares começam a encher a partir das 23h, e a festa vai até as 4h da manhã.

Guatapé

Guatapé é uma pequena cidade colonial, localizada a 79km de Medellín, e é visita obrigatória para quem passa pela região.

Há diversos tours de 1 dia para lá por 69 mil. Se quiser, é bem fácil ir por conta própria, partindo do terminal norte.

Pertinho de Guatapé está também a Piedra del Peñol, que oferece uma vista surpreendente da represa que abastece toda a região.

Para saber tudo sobre Guatapé e os detalhes de como chegar até lá, leia nosso post aqui.

Detalhe dos "zócalos" nas paredes.
Colorida cidade de Guatapé.
Vista da Piedra del Peñol
Vista da Piedra del Peñol, em Guatapé

É isso pessoal!

Esperamos que curtam bastante Medellín.

E, para acompanhar nossa viagem de volta ao mundo, curtam nossa página no face:
www.facebook.com/mundosemfimoficial

17 comentários sobre “Medellín – Tudo sobre a cidade mais inovadora do mundo

    1. Obrigado Adriano!
      Aproveite Medellin, é uma ótima cidade.
      Se tiver a oportunidade, Bogotá merece a visita. Nós também não curtimos cidade muito grande, mas Bogotá é bem fácil de se localizar e se locomover. Praticamente tudo o que interessa fica no centro, e dá pra fazer tudo a pé!
      Abraço!

  1. Excelente texto! Eu e 2 amigos iremos a Medellin em julho. Ficaremos no Parque Lleras e gostaríamos de saber as melhores baladas dessa região. Obrigado desde já!

    1. Olá Marcus!
      Não sei te indicar alguma, mas todas estão em volta da praça e em uma rua que desce de lá. Só ir pela noite e escolher a que mais te agrada!
      Na rua também rola umas festas, se for no fim de semana. Não vão ter dificuldades para se dar bem por lá 🙂
      Abraços!

  2. Olá, sobre o tour Pablo Escobar, dá para conhecer no mesmo dia o Bairro, túmulo e o local de morte do Pablito?

    Irei fazer um mochilão em Março de 2018. Dede já agradeço pelas informações repassadas, me ajudou e muito =)

    Bjos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *