Conheça os mercados flutuantes de Taling Chan e Lad Mayom em Bangkok

Leia aqui todas as dicas sobre um dos passeios mais legais para se fazer na Tailândia!

Câmbio oficial (jul/2018)
1 real = 8,80 baht
1 dólar = 33,45 baht

Mercados flutuantes de Bangkok
Feirantes em suas canoas no mercado de Lad Mayom

A tradição dos mercados flutuantes – isto é, aqueles mercados onde os feirantes chegam com suas canoas para vender seus produtos – é antiga no sudeste asiático, mas infelizmente está se acabando. O avanço das ruas e estradas está substituindo as canoas pelos carros, e os grandes supermercados estão tomando o lugar das feiras populares.

Ainda bem que em Bangkok estes mercados continuam sendo muito populares, tanto por turistas estrangeiros quanto por moradores locais. A grande quantidade de rios e canais da cidade facilita o deslocamento dos feirantes em barcos, e você poderá ver uma feira autêntica, e não um circo para turistas.

Aqui contamos como é visitar as duas mais bacanas.

Feira flutuante de Lad Mayom - Bangkok
Vendedor de cocos em Lad Mayom

Horário de funcionamento

Estas feiras acontecem todos os fins de semana e feriados, das 8h às 17h.

O ideal é visitá-las por volta do horário do almoço, quando todas as barracas estão abertas.

Como chegar

As feiras estão a cerca de 10 a 15 quilômetros da Khaosan, a região mais turística de Bangkok.

Você pode ir em tour (saem entre 10 e 20 dólares), em táxi/tuk tuk (na faixa de 120 baht o trecho) ou em transporte público, que é muito fácil e muito econômico.

Para aprender a chegar a elas em ônibus, leia nosso post completo aqui:

Seja lá qual o método que você escolher, apenas recomendamos não pegar os “tours” com tuk tuks que prometem levar até lá por apenas 20 bahts. Estes tours são golpes, e você terá muita dor de cabeça.

  • Leia mais sobre os golpes comuns em Bangkok aqui.
Ônibus que leva ao mercado flutuante Taling Chan
Ônibus 79, que leva ao Taling Chan

Feira de Taling Chan

Esta feira é repleta de turistas estrangeiros, mas nem por isso deixa de ser bastante interessante. Você encontrará várias frutas exóticas para comprar, doces típicos da Tailândia, lembrancinhas e menus de almoço onde sua comida será preparada dentro das próprias canoas.

Se você quiser, pode fazer um tour de barco pelo canal – uma agência logo na entrada da feira vende este tour por 69 bahts, mas você consegue por 30 bahts contratando diretamente lá embaixo, onde os barcos atracam.

Note que há um trilho que passa sobre a feira. Se estiver no horário do trem, poderá vê-lo passando a poucos centímetros sobre a sua cabeça.

E, apesar de ser bastante turístico, achamos a feira bem barata. Você pode almoçar aqui pagando a partir de 50 bahts em um prato.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Feira de Lad Mayom

Esta feira é maior, mais autêntica e mais barata do que a Taling Chan. Ela é bem mais cheia, com o diferencial de que a maioria dos visitantes são tailandeses mesmo, e não estrangeiros. Se puder, recomendamos que almoce por aqui: as opções de comida são bem maiores e mais variadas, e você poderá escolher desde carne de porco ou peixe até camarões pistola gigantes.

Nesta feira também é possível fazer um tour de barco pelo rio. E aqui vai a dica preciosa: como estrangeiro, logo virão te oferecer um tour de 100 bahts em um barco grande com motor. Não é caro, mas você também pode fazer o tour em um barquinho a remo por apenas 20 bahts. Este tour é um pouco mais curto que o de 100 bahts, mas mais interessante: você não terá um guia que fala inglês, mas seu condutor será um humilde tailandês que vive naquela região, e os outros turistas no barco provavelmente serão todos locais. O tiozinho que nos levou ainda nos presenteou com algumas frutas e sementes que colheu ao longo do percurso.

Este slideshow necessita de JavaScript.

É possível visitar tranquilamente estas duas feiras no mesmo dia.

Se quiser saber mais, aqui está um vídeo mostrando como foi nosso passeio por estes mercados flutuantes:

É isso, pessoal!

Para mais dicas bacanas, acompanhe-nos nas nossas redes sociais:

Dicas para a sua viagem:
  • Não perca tempo! Garanta a reserva do seu hotel pelos melhores preços no Booking.com
  • Prefere alugar uma casa? Então pegue aqui seu desconto de R$130 para a primeira hospedagem no AirBnb
  • Quer ganhar um extra com suas fotos de viagem? Aprenda a vendê-las por aqui.
  • Viaje sem sair de casa com os nossos livros!

3 comentários sobre “Conheça os mercados flutuantes de Taling Chan e Lad Mayom em Bangkok

  1. Nossa, que maravilhoso esse blog!!!! Vocês nem imaginam o quanto estão ajudando no meu planejamento. Os videos são demais! Vou passar 3 dias em Bangkok em Março, checgo no domingo de manhã, pensei em passar no hostel (perto de Khao San Road) pra fazer um checkin e ir direto para esses mercados. Quanto tempo demorou até lá de Khao San Road e de um pra outro? É seguro para mulher ir sozinha? Agora, uma pergunta sobre algo que tenho pensado muito: como é banheiro público? Valeu demais!

    1. Olá Lisandra! Muito obrigado!! 🙂

      Se você conseguir fazer o checkin cedo, acho que é uma boa ideia. Nós fomos num fim de semana e foi rapidinho. Acho que levou uns 15 minutos até o primeiro mercado, e depois uns 20 até o segundo. Para voltar direto do segundo até a khaosan levou uns 30 minutos. Recomendo marcar o mercado no Google Maps e mostrar para o motorista do ônibus. Aí ele te avisa certinho onde descer. O bom do google maps é que mostra o nome em tailandês, porque muitos motoristas não sabem falar nada de inglês.
      O país é super seguro para mulheres, tanto em Bangkok como em qualquer outro canto (só nas ilhas é bom tomar cuidado especial caso vá sair à noite para alguma festa).
      Fique alerta com golpes, golpistas têm de monte nos lugares bastante turísticos. Escrevemos este post ontem, vale a pena dar uma lida:

      http://mundosemfim.com/golpes-comuns-no-sudeste-asiatico-e-como-evita-los/

      Nós não chegamos a usar banheiro público no mercado, mas com certeza tem, e acredito que seja limpo. Os banheiros de rodoviária e das estações de trem em geral são limpos. Geralmente cobram umas moedinhas pelo uso (em torno de 5 bahts).

      Boa viagem!! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *