Passeando por Corrientes, Argentina

A cidade de Corrientes, capital da província de mesmo nome, é uma cidade argentina sem grandes atrativos turísticos, mas que possui sua graça pela beleza do rio Paraná e pelo povo acolhedor.

Para conhecer Corrientes, 3 dias são suficientes. Nosso roteiro foi assim:

1º dia – centro e avenida costera

Ponte sobre o rio Paraná, que liga Corrientes à província do Chaco.
Ponte sobre o rio Paraná, que liga Corrientes à província do Chaco.

O centro da cidade é relativamente pequeno, e em um dia se pode caminhar por suas ruas, visitar as igrejas e os edifícios antigos. Como é uma cidade moderna, você não vai encontrar aqui uma Paraty ou uma Ouro Preto, mas alguns prédios estão bem conservados.
Aproveite para almoçar em algum restaurante frequentado pelos locais e tomar um “helado” em uma das inúmeras sorveterias que a cidade possui.
Ao fim do dia, caminhe pela avenida costera (a que beira o rio Paraná) para ver o belo por-do-sol ali.
Nesta avenida há um belo cassino. Para quem curte, pode ser uma boa pedida.
Tudo isso se pode ser feito a pé.

2° dia – Paso de la Pátria

Garoto treina seu cavalo na praia de Paso de la Pátria
Garoto treina seu cavalo na praia de Paso de la Pátria

Paso de la Pátria é um pequeno povoado a 30km de Corrientes, onde se pode desfrutar de uma boa praia de rio nos dias de calor.
Como fomos durante a semana, a cidade estava praticamente deserta, o que por um lado foi legal porque pudemos ver o dia-a-dia dos gaúchos que vivem ali.
Dizem que esta cidade costuma bombar nos feriados, no carnaval e nos fins de semana de calor.
O ônibus até ali custa 25 pesos, leva cerca de 40 minutos e sai da rodoviária. Confira antes os horários de saída, pois no dia que fomos havia saída apenas às 1:30 e as 4:30 da tarde. Regressamos às 7 da noite.

3º dia – Resistência

Uma das inúmeras esculturas da cidade de Resistência
Uma das inúmeras esculturas da cidade de Resistência

Resistência é a capital da província do Chaco e fica a poucos quilômetros de Corrientes. Para chegar lá, há ônibus que saem toda hora do ponto ao lado do porto (na avenida costanera) e custam 7 pesos. Dê uma perguntada, pois há duas companias que fazem este trajeto, e somente uma delas aceita dinheiro (a outra é só no cartão).
Tente ir de manhã para passar o dia por lá e voltar a noite.

Leia aqui nosso post sobre Resistência.

Informações úteis:

-A rodoviária fica a 3km do centro. É possível ir caminhando se tiver tempo e não tiver mochilas pesadas.
-Os ônibus custam 4,95 se pagar com cartão de transporte ou 5,25 se pagar com moedas. Eles não aceitam dinheiro de papel, apenas cartão e moedas. No nosso caso, como não tínhamos nem um nem outro, pedíamos para alguém passar o cartão para nós e pagávamos a pessoa (sempre tem alguém disposto a ajudar, e às vezes nem fazem questão de receber o dinheiro).
-A cidade nos pareceu bastante segura, tanto de dia quanto a noite.
-O povo de Corrientes é muito receptivo, e não é difícil puxar assunto no ônibus ou nos restaurantes.
-O espanhol falado aqui é fácil de entender, sem aquele sotaque forte dos porteños.

Para mais dicas sobre a Argentina, dê uma lida aqui!

É isso pessoal! Para mais dicas de viagens, sigam nossa página no Facebook!
www.facebook.com/mundosemfimoficial

3 comentários sobre “Passeando por Corrientes, Argentina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *