O que fazer na Ilha de Bohol, Filipinas

Lar dos menores primatas do mundo, coberta pelas Colinas de Chocolate e com belas praias, a Ilha de Bohol é um destino imperdível para quem está viajando pelas Filipinas. Aqui contamos um pouco como é por lá!

Câmbio oficial (janeiro/2018)
1 real = 15, 40 pesos filipinos
1 dólar = 49,80 pesos filipinos
1 euro = 59,90 pesos filipinos

Pertinho da ilha de Cebu, Bohol ainda é um destino pouco visitado pelos brasileiros que se aventuram pelo país. Isso é uma pena, pois esta ilha reserva algumas surpresas muito bacanas, como a opção de nadar com tartarugas, conhecer os adoráveis társios e ainda ver paisagens bem diferentes. E o melhor: dá para fazer quase tudo por conta própria e em pouco tempo.

Praia de Alona, em Bohol
Praia de Alona, em Bohol

Como chegar?

O método mais comum de ir para Bohol é pegar um ferry de Cebu para Tagbilaran. Os ferrys saem do cais 1 a praticamente cada hora.

Se você viaja em modo econômico, o único barco barato é da Lite Shipping e sai às 12h30min e às 22h. Convém chegar pelo menos 2h antes para garantir a passagem. Custa 220 pesos (14 reais) e a viagem dura cerca de 3 horas.

Se quiser algo mais rápido ou em outros horários, há outras empresas que vendem ferrys mais rápidos e que saem de hora em hora, com preços a partir de 400 pesos (26 reais). As bilheterias de todas as empresas estão na frente da entrada do porto.

Além da passagem há que pagar 25 pesos de taxa portuária e 50 pesos por mala/mochila despachada. E, se você imagina que um serviço pago vai ser bom, enganou-se: choveu no caminho e nossas mochilas chegaram encharcadas.

Ferry para Bohol
Ferry para Bohol – caro e ruim

O porto de Tagbilaran está perto do centro. É possível ir caminhando ou em triciclo, que não deve cobrar mais que 50 pesos.

Onde se hospedar?

Há dois lugares onde as pessoas costumam se hospedar em Bohol: no centro de Tagbilaran ou na pequena ilha de Panglao. Independente do lugar, espere hospedagens caras (pelo menos para os padrões filipinos).

  • Tagbilaran

Tagbilaran é uma cidade razoavelmente grande, sem muitos atrativos. A vantagem de ficar aqui é que o transporte é fácil para qualquer lugar da ilha.

O único hotel barato e bem localizado que conseguimos em Tagbilaran foi o Francescas Inn, pelo AirBnb: https://www.airbnb.com.br/rooms/19357919. O quarto de casal, com ar condicionado, TV e banheiro compartilhado, saiu por 43 reais (com as taxas). Está perto do centro, na rua Espuelas n. 51. Não tem cozinha, apesar do anúncio afirmar que sim (aliás, mentir que tem cozinha é um hábito comum dos hotéis das Filipinas).

Se nunca usou o AirBnb, pegue um vale de 100 reais aqui.

  • Panglao

As praias paradisíacas de Bohol estão em Panglao. Hospedar-se por aqui pode ser o ideal para quem quer curtir o mar, mas há que tomar cuidado para ficar em um lugar bem localizado, pois a ilha é pouco habitada, e alguns hotéis são no meio do nada. Além disso, não é em qualquer lugar que tem praia.

O ideal é ficar na região de Alona Beach, que é onde estão localizados os principais hotéis, restaurantes e agências de turismo da ilha. A praia de Alona é bem pequena e cheia de barcos, mas dá para curtir. Caminhando uns 30 minutos você chegará à praia de Danao, que é famosa por ser a mais bonita.

Alona, Bohol
Centrinho da praia de Alona

Apesar de não termos visto hospedagens baratas, convém dar uma pesquisada por possíveis promoções no Booking e no Agoda.

Deslocamento

Se você estiver hospedado em Tagbilaran conseguirá ir a praticamente qualquer canto de Bohol em transporte público. Quem está em Panglao terá que ir até Tagbilaran, e de lá pegar ônibus para os outros lados. Também não faltam triciclos, mas estes te cobrarão bem mais caro do que um ônibus.

Uma opção para quem quer mais liberdade é alugar uma moto. Desta forma é possível ir para praticamente qualquer canto sem dificuldades. Há pessoas alugando motos em praticamente todos os lados, com preços a partir de 300 pesos por dia.

Transporte público em Bohol
Transporte público em Bohol

O que fazer?

Você consegue conhecer praticamente tudo o que Bohol tem a oferecer em apenas dois dias. Os dois tours principais são o Island Hopping, onde você visitará as principais ilhas da região e poderá nadar com tartarugas, e o tour de van, que visita o santuário dos társios, as colinas de chocolate e um passeio pelo rio Loboc. Ambos os tours custam 400 pesos (no caso do de van, adicione mais 510 pesos para entradas).

Abaixo descrevemos cada um destes lugares e ensinamos a fazer o tour de van em transporte público, gastando bem menos.

  • Praias de Alona e Danao

Da praia de Alona saem os tours island hopping, que custam 400 pesos. Geralmente não incluem snorkel ou roupa de mergulho, mas dá para negociar. O mais legal deste tour, pelo que vimos, não são as ilhas em si, mas a possibilidade de se nadar com tartarugas. Não fizemos.

A praia de Danao é mais selvagem e ideal para quem quer curtir uma praia com mar azul, areia branca e menos gente.

Se você estiver hospedado em Tagbilaran poderá chegar a estas praias em transporte público pagando 25 pesos na passagem. A viagem dura menos de 30 minutos e os ônibus saem da esquina das ruas F Rocha e Hontanosas. Para voltar, pegue o ônibus no mesmo sentido, pois eles são circulares. Se preferir ir em triciclo, espere pagar algo em torno de 150 pesos.

Alona beach
Praia de Alona – bonita, mas cheia de barcos

Os társios são os menores primatas do mundo, e estão em risco extremo de extinção. A ilha de Bohol é um dos poucos lugares que está conseguindo com sucesso reverter este quadro.

Você poderá visitar um santuário de conservação e chegar bem perto destes incríveis animais gastando menos de 10 reais. Ensinamos todos os detalhes aqui.

Um pequeno társio em Bohol
Um pequeno társio em Bohol
  • Rio Loboc

Um dos passeios clássicos de Bohol é almoçar a bordo de uma jangada enquanto navega pelo rio Loboc. Os barcos partem da cidade de mesmo nome, e custam 400 pesos (incluindo o almoço).

Este passeio sinceramente não nos chamou a atenção, mas se você quiser fazê-lo, há ônibus de Tagbilaran a Loboc por menos de 30 pesos.

Junto com os társios, as Chocolate Hills formam o cartão postal de Bohol. Tratam-se de pequenas colinas em formato de cone que se espalham por uma área de 50km². Estão a pouco menos de 2h de Tagbilaran, e também são bem fáceis de se chegar em transporte público.

As colinas de chocolate em Bohol, Filipinas
As colinas de chocolate

Leia todos os detalhes aqui.

É isso, pessoal! Esperamos que tenham curtido conhecer mais sobre este destino e que possam incluí-lo no seu roteiro pelas Filipinas!

Não deixem de curtir nossa página no Face para ficar por dentro das melhores dicas:
www.facebook.com/mundosemfimoficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *