O que fazer em Trujillo – Peru

Trujillo é uma cidade que encanta, tanto por suas inúmeras ruínas pré-incas quanto pela bela e muito bem conservada cidade colonial que foi construída pelos espanhóis. Está viajando pelo norte do Peru? Venha conhecê-la!

Câmbio (julho/2016)
1 real = 1 sol
1 dólar = 3,3o soles

Mucuvinha Plaza de Armas de Trujillo
Mucuvinha Plaza de Armas de Trujillo

Trujillo foi fundada em 1534 pelo espanhol Francisco Pizarro (que foi o conquistador responsável por destruir o Império Inca), e foi batizada com o mesmo nome de sua cidade natal na Espanha.

Quem chega em Trujillo logo se surpreende com a beleza de seu centro histórico, que se compara a poucas outras cidades peruanas.

Além dos edifícios coloniais, a bela praia de Huanchaco e as inúmeras ruínas de civilizações antigas nos arredores tornam Trujillo uma parada obrigatória para quem está cruzando pelo norte do Peru!

Apesar de ser relativamente grande (quase 700 mil habitantes), a cidade é bem fácil de ser explorada.

Plaza de Armas de Trujillo
Plaza de Armas

Hospedagem

O melhor lugar para se hospedar em Trujillo é perto da Plaza de Armas, ainda que os hotéis nesta região possam custar uma fortuna. Se quiser economizar um pouco, afaste-se umas 4 quadras dali, e os preços já vão cair absurdamente.

Para ter uma ideia, um quarto de casal na praça pode custar acima de 200 soles. Nós ficamos a 7 quadras de lá e pagamos 40 soles em um quarto de casal com banheiro privado.

Opções econômicas e bem localizadas podem ser encontradas na Av. España (que contorna todo o centro histórico).

Outra opção é se hospedar na praia de Huanchaco – há inúmeras ofertas de hospedagem a todos os preços por lá. Um ônibus entre Trujillo e Huanchaco custa menos de 3 soles.

Segurança

A cidade é bem movimentada e nos pareceu bastante segura, mesmo à noite. Afastando-se do centro o perigo pode aumentar, mas se ficar na região do centro histórico não deverá ter problemas.

Tome cuidado com batedores de carteira, principalmente em regiões com muita aglomeração.

Chegando e saindo

Ainda que Trujillo tenha um terminal de ônibus, a maioria das companhias (mesmo as mais caras) costumam chegar e sair da cidade a partir de seu próprio terminal.

As principais companhias estão na av. Amazonas, a dois quarteirões da Av. España.

Se for de avião, há um aeroporto. Um táxi de lá ao centro não deve custar mais que 15 soles.

Comida

As opções mais econômicas são o Mercado Municipal (menus a partir de 6 soles) ou alguns restaurantes simples que vendem menus a partir de 5 soles.

Via de regra, quanto mais perto da Plaza de Armas, mais caro. Em um restaurante mais bacana, espere pagar algo entre 15 e 25 soles.

Se quiser desfrutar de um bom ceviche ou algum outro prato com frutos do mar, busque restaurantes em Huanchaco.

O que fazer?

Em frente à Plaza de Armas há um centro de informações turísticas, onde você pode pegar um mapa da cidade e obter algumas informações bem úteis.

Centro histórico

Reserve pelo menos meio dia para conhecer o bonito centro histórico da cidade, principalmente a Plaza de Armas.
A partir da Plaza de Armas segue uma bonita peatonal, rua somente para pedestres. Aí estão os principais bancos, restaurantes e agências de turismo de Trujillo.

Centro histórico de Trujillo
Centro histórico de Trujillo

Huanchaco

Se quiser descansar um pouco na praia ou comer alguma comida típica, Hanchaco merece a visita. As vans para lá partem da Av. España, e e custam menos que 3 soles o trecho.

Um passeio legal para quem estiver por lá é navegar nos barquinhos de Totora, uma espécie de caiaque feito de totora (uma madeira parecida com palha). Este era o meio de transporte fluvial usado por civilizações antigas.

Barcos de Totora em Huanchaco. Créditos: Wikipedia
Barcos de Totora em Huanchaco. Créditos: Wikipedia

Chan chan

Chan chan foi uma antiga metrópole pré-colombiana, totalmente feita em adobe (uma mistura de barro e pedras), e chegou a abrigar 50 mil habitantes, sendo assim a segunda maior cidade de barro do mundo. Muita coisa ainda há que ser escavada, mas seus principais templos já podem ser visitados. O lugar ganhou o título de Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Ruínas do templo de Nik An, em Chan Chan
Ruínas do templo de Nik An, em Chan Chan

É possível fazer este passeio com agência ou por contra própria, pegando transporte público.
Leia aqui nosso post contando tudo sobre Chan Chan

Huacas do Sol e da Luna

As huacas do Sol e da Luna são pirâmides de uma outra civilização que habitou o lugar: os Moches. Este passeio também pode ser facilmente feito por conta própria.

Clique aqui para ler tudo sobre este lugar.

Huaca de la Luna
Huaca de la Luna

E foi isso que visitamos em Trujillo!
Esquecemos alguma coisa? Comentem aí! 🙂

Para mais dicas sobre lugares legais e acompanhar nossa viagem de volta ao mundo, curtam nossa página no face:
www.facebook.com/mundosemfimoficial

3 comentários sobre “O que fazer em Trujillo – Peru

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *