Conhecendo os társios da ilha de Bohol, nas Filipinas

Está em Bohol e quer chegar perto dos menores primatas do mundo? Aqui ensinamos a fazer isso gastando menos de 7 reais!

Câmbio oficial (janeiro/2018)
1 real = 15, 40 pesos filipinos
1 dólar = 49,80 pesos filipinos
1 euro = 59,90 pesos filipinos

Um pequeno társio em Bohol
Um pequeno társio em Bohol

A ilha de Bohol reserva muitas surpresas bacanas aos seus visitantes, como suas belas praias e as impressionantes “montanhas de chocolate”. Mas o que mais gostamos daqui foi poder conhecer os “társios” (ou “tarsiers”, em inglês), os menores primatas do mundo e que estão em sério risco de extinção.

O corpo dos társios possui entre 10 e 15 centímetros de altura, e seu peso não passa dos 200 gramas. Seus olhos enormes e sua orelha para os lados fazem com que eles lembrem um pouco o mestre Yoda.

Estes animais entraram em risco crítico de extinção, e os esforços para fazer a espécie crescer não deram muitos resultados, já que sua reprodução é complicada. A gestação deles é relativamente longa – 6 meses – e nasce somente um filhote por vez. E não podem ser mantidos em cativeiro, pois ficam tão estressados em uma jaula que chegam a cometer suicídio.

A ilha de Bohol é um dos poucos lugares do mundo que tem conseguido com sucesso preservar e multiplicar a espécie. Esperamos que o êxito possa ser passado para outras regiões!

Társio em Bohol, Filipinas
Os enormes olhos do társio

Os santuários

Existem dois santuários onde é possível ver os társios na ilha de Bohol: um é o Philippine Tarsier Sanctuary, em Corella, e outro é o zoológico Tarsier Conservation Area.

Depois de pesquisarmos bastante a respeito, descobrimos que o Tarsier Conservation Area deve ser evitado, pois não faltam contra eles denúncias de maus tratos aos animais. Infelizmente, por estar na rota para o Chocolate Hills, a maioria dos tours acaba parando aqui.

Nós visitamos o Philippine Tarsier Sanctuary por ter boas referências, e recomendamos que você visite este também. É bem fácil chegar até ele, e você pode seguir de lá até o Chocolate Hills em transporte público.

Philippine Tarsier Sanctuary
Entrada da Philippine Tarsier Sanctuary

Como chegar?

Se você vai visitar Bohol, provavelmente ficará hospedado em Tagbilaran.

Desde Tagbilaran há jeepneys (aqueles jipes convertidos em ônibus) que levam até o Philippine Tarsier Sanctuary por apenas 20 pesos (pouco mais de 1 real). A viagem leva 30 minutos.

Os jeepneys saem do lado de fora do terminal que está na frente do shopping Island City Mall. Saem quando enchem.

Os jipes que passam pelo santuário são os que vão para a cidade de Sikatuna. Aí é só pedir para descer no santuário (no sotaque local, “tarsier” soa como “tárchier”).

Se quiser mais comodidade, o pessoal dos tuk tuks provavelmente virá te oferecer um passeio privado até lá por 150 pesos, ida e volta.

Terminal de onde saem os ônibus para o santuário

Se quiser seguir para o Chocolate Hills depois, basta esperar o próximo jeepney que vá para Loboc (20 pesos, 30 min), e lá pegar um ônibus que suba para Carmen (30 pesos, 1 hora).

Preço

Além do transporte para lá (40 pesos, ida e volta), você precisa pagar 60 pesos (4 reais) de entrada ao santuário. Esta entrada inclui um guia.

O santuário

A partir da estrada, é preciso caminhar uns 10 minutos até o santuário. Lá você paga a entrada e recebe um guia (não precisa esperar formar grupo – deram um guia particular para nós dois).

Desde aí caminhamos por uma pequena área da floresta controlada e protegida contra predadores (e contra o homem, evidentemente).

É preciso fazer silêncio, pois estes animais possuem hábitos noturnos e dormem durante quase todo o dia. Você pode chegar pertinho deles e tirar fotos, mas não pode tocá-los de jeito nenhum.

Ao todo vimos 5 társios, e 2 deles estavam acordados. O passeio inteiro não dura mais que 15 minutos. O nosso guia não foi de falar muito, mas nos deu o tempo que quiséssemos para observar e tirar foto dos animais.

Este slideshow necessita de JavaScript.

É isso, pessoal! Curtiram o passeio?

Para mais dicas e fotos bacanas, curtam nossa página no face:
www.facebook.com/mundosemfimoficial

4 comentários sobre “Conhecendo os társios da ilha de Bohol, nas Filipinas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *