Conhecendo o zoológico de Quistococha, em Iquitos

O Zoológico de Quistococha é um dos passeios recomendados para se fazer em Iquitos, principalmente quando não se tem muito tempo ou muito dinheiro. Fomos até lá, e compartilhamos com vocês como é!

Referência (julho/2016)
1 real = 1 sol peruano
1 dólar = 3,30 soles

Uma das inúmeras aves do zoológico de Quistococha, Iquitos
Uma das inúmeras aves do zoológico de Quistococha, Iquitos

Opiniões sobre o zoológico

Visitar um zoológico não é lá o nosso passeio favorito, ainda mais na Amazônia, onde estamos rodeados pelos mais diversos animais. As opiniões divididas sobre o Quistococha, porém, nos despertaram a curiosidade de conhecê-lo.

Praticamente todo mundo em Iquitos conhece bem o zoológico e tem um grande carinho pelos animais. Sobre as opiniões, podemos dizer que metade gosta do trabalho feito lá, e considera este zoológico a única chance que alguns animais têm para sobreviver e se readaptar. Outra metade, porém, critica duramente as condições em que estes animais vivem.

Ariranha no zoológico de Quistococha
Ariranha no zoológico de Quistococha

Chegando ao zoológico, já tivemos a oportunidade de conversar com um dos funcionários de lá. Segundo ele, as condições do local haviam piorado muito nos últimos anos, em consequência da queda do turismo e do descaso no governo. De dois anos para cá, porém, o novo governo de Iquitos voltou a investir em projetos ambientais, e com isso as condições para os animais vem melhorando gradativamente.

O grande xodó de Quistococha, um golfinho resgatado de um pescador que tentava vendê-lo ainda filhote, anima crianças e adultos com seus shows nos fins de semana. Em contrapartida, ao observá-lo de perto é possível ver que seu corpo está bem machucado (inclusive falta a ponta de uma de suas nadadeiras). O treinador do golfinho disse que isso aconteceu porque ele ficava em outro tanque, com fundo áspero, mas que na piscina nova ele vem se recuperando bem.

O golfinho que é o xodó de Quistococha
O golfinho que é o xodó de Quistococha
Golfinho no zoológico de Quistococha
Golfinho brincando com a sua bola

Em Iquitos, escutamos dos moradores uma história diferente: dizem que essa desculpa do tanque vem sendo utilizada a meses, e nada do golfinho melhorar. Segundo nos contou um guia, a antiga bióloga e treinadora era uma europeia, que havia cuidado muito bem do golfinho desde a sua aquisição até o seu crescimento. Há 1 ano, porém, ela precisou voltar a seu país, e o novo biólogo do zoológico não se preocupa mais com a integridade do animal, mas somente em atrair pessoas com seu show.

O golfinho já não pode voltar à vida selvagem, pois foi transportado para cativeiro muito jovem, e dificilmente conseguirá sobreviver fora de um. Muitos defendem que ele deve ser transportado para o lago que existe em Quistococha, mas a administração do zoológico diz que ainda não é hora.

A temível Onça Pintada, no zoológico de Quistococha
A temível Onça Pintada

Nós não temos conhecimento sobre a criação e tratamento de animais para colocar uma opinião nossa a respeito deste zoológico. Colocamos aqui as diversas opiniões e descrevemos o que vimos para que vocês possam tirar suas próprias conclusões.

Em meio a tudo isso, os funcionários de Quistococha fazem um apelo para que mais pessoas visitem o lugar e ajudem o zoológico a melhorar as suas instalações.

Mucuvinha conhecendo seus parentes pela primeira vez
Mucuvinha conhecendo seus parentes pela primeira vez

Como chegar ao Quistococha

A maneira mais fácil (e barata) de chegar ao zoológico é com transporte público.

Primeiro, pegue um ônibus que esteja indo para o “Terminal” (eles passam todo o tempo na avenida Tacna e na praça 28). O trajeto custa 1 sol e demora cerca de 40 minutos.

A partir do terminal, é preciso pegar um moto-táxi até o zoológico de Quistococha. A moto cobra 3 soles (leva até 3 pessoas; se quiser, pode esperar que apareça mais gente para dividir o gasto). Daí até o zoológico demora uns 5 minutos.

Furão em Quistococha
Uma espécie de furão

Para voltar, basta fazer o mesmo caminho. Na saída do zoológico vão estar um monte de moto-táxis. É bem provável que estes queiram cobrar mais caro (no nosso caso, queriam cobrar 5 soles). Depois de recusarmos o primeiro e o segundo, apareceu um terceiro cobrando o valor correto: 3 soles.

Se quiser pegar um táxi do centro até lá, espere pagar uns 15 soles pelo trajeto.

Esta é a famosa enguia, também conhecida como "peixe elétrico".
Esta é a famosa enguia, também conhecida como “peixe elétrico”.

Quanto custa?

A entrada para estrangeiros é de 10 soles (peruanos pagam 6).

Conhecendo o Zoológico

O zoológico abiga uma grande quantidade de espécies nativas da região. Por lá, você verá uma enorme quantidade de aves, diferentes tipos de macacos, vários felinos, roedores, e o grande destaque: o golfinho – que faz shows durante os fins de semana.

Quanto a condição dos animais, tirando o golfinho (que já discutimos acima), não nos pareceu muito diferente da dos zoológicos brasileiros. Não gostamos da ideia de animais presos em jaulas, mas infelizmente em algumas situações o zoológico é um mal necessário.

Macacos em Quistococha
Espécies de macaco é o que não falta por lá.

Algumas jaulas precisavam de alguma limpeza e manutenção, e outras nos pareceram pequenas para o porte de alguns animais, mas no geral estava ok.

O tempo estimado para ver tranquilamente todos os animais é de 1 hora. Se quiser, leve roupa de banho e mergulhe no lago que existe lá – é uma ótima para amenizar o calor da região.

O zoológico está localizado em uma bonita reserva. Se quiser caminhar por suas trilhas e observar algumas espécies de árvores e alguns pássaros que estão livres por lá, reserve pelo menos 3 horas para o passeio.

Parte da reserva de Quistococha
Parte da reserva de Quistococha

Dicas

  • Os mosquitos são chatos e não te deixam ficar muito tempo parado vendo os animais. Leve repelente, ou vá de calça comprida.
  • Algumas partes da trilha estão um pouco alagadas. Ainda que não seja indispensável, é recomendável ir de bota, se tiver uma.
  • Leve roupa de banho para mergulhar no lago.
Praia do lago de Quistococha
Praia do lago de Quistococha

É isso pessoal!

Para mais dicas sobre este mundão e acompanhar a nossa viagem, curtam nossa página no face:

www.facebook.com/mundosemfimoficial

Dicas para a sua viagem:
  • Não perca tempo! Garanta a reserva do seu hotel pelos melhores preços no Booking.com
  • Prefere alugar uma casa? Então pegue aqui seu desconto de R$130 para a primeira hospedagem no AirBnb
  • Quer ganhar um extra com suas fotos de viagem? Aprenda a vendê-las por aqui.
  • Viaje sem sair de casa com os nossos livros!

Um comentário sobre “Conhecendo o zoológico de Quistococha, em Iquitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *