Conheça Campeche – a bela cidade amuralhada do México

Fazia tempo que não ficávamos tão encantados assim com uma cidade colonial. Campeche tem sua história marcada por piratas, e suas imensas muralhas e casas coloniais impecavelmente conservadas são dignas do título de Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Vai para o México? Não deixe de dar um pulo aqui!

Câmbio oficial (setembro/2017)
1 real = 5,70 pesos mexicanos
1 dólar = 17,88 pesos mexicanos

Praça central e a catedral de Campeche

Com pouco mais de 230 mil habitantes, Campeche (do maia: Kaan Peech – “lugar de serpentes e carrapatos”) é uma linda cidade colonial que respira tranquilidade. Seu centro histórico muito bem cuidado e suas grandes muralhas trouxeram a ela o título de Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1999.

Mas seu passado nem sempre foi tranquilo. Sendo este um estratégico porto da Coroa Espanhola, a cidade foi constantemente atacada por piratas e corsários de diversos outros países europeus. Isso levou à construção de uma enorme muralha, em forma de um hexágono, que circulava toda Campeche. A construção de tal muralha se deu entre os anos de 1686 e 1704.

Atualmente, a maior parte desta muralha ainda se encontra em pé, e a entrada para o mar é o principal cartão postal da cidade.

Muralha de Campeche
Muralha de Campeche

Em muitos aspectos, Campeche nos lembrou de Cartagena das Índias, talvez a cidade colonial mais bela da América do Sul. A diferença é que, por aqui, os turistas ainda chegam aos poucos, dando uma experiência ainda mais autêntica aos poucos que se aventuram por estes lados.

Ah, além de tudo, há uma lenda de que há um tesouro escondido por piratas enterrado em algum canto da cidade. Vai que você o encontra? 🙂

Vai para Cancún? Tente reservar alguns dias para chegar até aqui!

Mucuvinha em Campeche
Mucuvinha em Campeche

Chegando e Saindo

Há dois terminais de ônibus em Campeche:

  • Terminal de Segunda Linha: dedicado aos ônibus mais baratos e menos confortáveis. Está na Av. Gobernadores, a poucas quadras do mercado e do centro histórico. Dá para ir a pé para lá.

  • Terminal ADO: são os ônibus de luxo. Mais caros, mas é possível conseguir bons descontos (às vezes de até 50%) comprando adiantado. Está a uns 3 quilômetros do centro, na av. Central. Há ônibus locais do centro para lá por 7 pesos.

Além destes, há diversos ônibus para as cidades próximas que saem da frente do mercado.

O preço de algumas passagens:

  • Campeche – Mérida: 168 pesos, 3 horas. Ônibus de segunda linha.

  • Campeche – Palenque: 440 pesos com a ADO (se comprar adiantado, consegue por 250). 6 horas de viagem.

Para consultar todos os preços da ADO, confira no site deles: https://www.ado.com.mx.

Hospedagem

O melhor lugar para se hospedar em Campeche é dentro da cidade amuralhada. É ali que está a região mais bonita, além de os principais restaurantes e agências de turismo.

A cidade não oferece opções extremamente econômicas, mas é possível encontrar um confortável hotel por um bom preço. Nós ficamos no Hotel Maya Ah Kim Pech (https://www.facebook.com/Hotel-Maya-Ah-Kim-Pech-1716091585380823), que tem um ótimo custo x benefício e está localizado no melhor lugar da cidade. O hotel é ao estilo colonial e os quartos de casal com ar condicionado (importante), TV, ventilador e banheiro com água quente saem a partir de 550 pesos (pouco menos de 100 reais). Se quiser reservar com eles, faça por aqui.

Hotel Maya Ah Kim Pech
Hotel Maya Ah Kim Pech

Comer e beber

A rua mais turística para comer e beber é a calle 59. Ela é fechada para carros, sendo ocupada pelas mesas de diversos bares e restaurantes. Se viaja com um pouco mais de conforto, vale a pena jantar ou tomar uma cerveja por aqui.

Se quiser economizar, no mercado central há menus a partir de 60 pesos. Se quer economizar mais ainda, o restaurante mais barato que encontramos é um chinês na esquina da calle 8 com a calle 57 (bem em frente à praça da igreja central). Ali, um menu servido sai por 50 pesos.

Noite na calle 59, Campeche
Noite na calle 59

Informações turísticas

Há alguns centros de informações turísticas na cidade, onde você poderá conseguir um mapa e pegar todas as informações disponíveis de Campeche e região. Tem um bem no meio da praça central, e outro ao lado da Puerta del Mar (fim da calle 59).

Para mais informações e acompanhar a agenda cultural da cidade, consulte o site oficial: http://www.campeche.travel

Malecón de Campeche
Malecón de Campeche

Shows e eventos culturais

Fique atento à agenda de eventos culturais de Campeche. Nós viemos bem na época da Festa de San Román (começo de setembro) e vimos vários desfiles e até uma lucha libre.

O legal é que, como Campeche não é um lugar extremamente turístico, os preços não costumam subir nessas épocas.

De quarta a domingo, às 20h, acontece na praça principal um show de luzes gratuito.

Também de quarta a domingo, neste mesmo horário, há um show de maias e piratas na Puerta de Tierra. O espetáculo dura 1h e custa 60 pesos. Vale a pena assistir, principalmente se estiver com crianças.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O que fazer?

Conhecer Campeche e fácil. Você pode caminhar por seu centro histórico, seu belo malecón e apreciar a boa culinária da cidade sem grandes dificuldades. Para chegar aos fortes mais distantes do centro, é possível pegar um ônibus no mercado municipal (a passagem custa 7 pesos).

Se quiser algo mais cômodo, existem outras opções:

  • Trenzinho: faz todo o recorrido dos lugares importantes da cidade, com um guia explicando tudo. O passeio dura 1 hora e custa 100 pesos. Não é permitido descer do trenzinho durante o passeio.

  • Ônibus turístico: algumas agências vendem passeios em van e em ônibus por todos os lugares interessantes de Campeche. É basicamente o mesmo recorrido do trenzinho, mas permite que você desça e visite algumas igrejas e museus. O recorrido todo leva 2h30min e custa na faixa de 250 pesos (dependendo do tamanho do grupo). Para contratá-lo, peça no próprio centro de informações turísticas.

  • Barco pirata: Há um passeio de barco piratas por toda a baía de Campeche. Custa 150 pesos, e dura 1 hora. Não estava funcionando quando estivemos na cidade.

Campeche, México
Os trenzinhos que fazem o passeio pela cidade

Aqui listamos alguns lugares imperdíveis:

  • Catedral de Nossa Senhora da Conceição

É a principal igreja da cidade, localizada bem no centro histórico de Campeche. Sua primeira construção data da 1540, mas ela foi completamente remodelada nos anos de 1758 a 1760.

Dentro da igreja há um pequeno museu.

Catedral de Campeche pela noite
Catedral de Campeche pela noite
  • Porta do Mar e da Terra

Estes foram os principais portais para entrar e sair da cidade amuralhada nos tempos coloniais. Na Porta do Mar é possível tirar a foto mais clássica de Campeche. Na Porta da Terra há uma entrada para subir nas muralhas (15 pesos).

Puerta del Mar, Campeche
A “puerta del mar”
  • Letreiro de Campeche

No calçadão do mar, bem em frente ao centro histórico, está o clássico letreiro com o nome da cidade de Campeche. Este é um bom lugar para ver o pôr do sol, considerado um dos mais bonitos do México.

Letreiro de Campeche
Letreiro de Campeche
  • Igreja de San Román

Esta pequena e simples igreja está intimamente ligada à história de Campeche. Diz a lenda que, durante o período colonial, a cidade importou da Itália uma escultura de Cristo.

Durante a travessia, a embarcação que trazia tal estátua enfrentou uma terrível tempestade, tão forte que até o capitão já havia dado o naufrágio como certo. Durante a tormenta, porém, um marinheiro negro apareceu, assumiu o controle do leme e levou a todos em segurança até o destino. Depois disso, nunca mais se ouviu falar deste marinheiro.

Por isso, até hoje, a estátua deste Cristo Negro (Senhor San Román) é venerada. Todo início de setembro ela é retirada da igreja e levada em barco para abençoar a baía de Campeche. Esta tradição se repete há mais de 450 anos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Museus e fortes

Campeche tem dezenas de museus que contam a história da cidade, dos piratas e dos maias (infelizmente, quase todos são pagos). O preço de alguns é:

Forte de San José El Alto: 39 pesos

Forte de San Miguel: 47 pesos

Subir nas muralhas: 15 pesos

Museu da Arquitetura Maia: 39 pesos

Centro Cultural: 20 pesos

Jardim Botânico: 10 pesos

Tranquilas ruas de Campeche
Tranquilas ruas de Campeche

Arredores de Campeche

No estado de Campeche há alguns cenotes e uma série de ruínas maias. A mais impressionante próxima à capital é a Edzná. Nós não visitamos, mas os ônibus para lá saem do mercado (importante verificar o horário do último que volta para não correr o risco de ficar preso por lá). A entrada custa 55 pesos.

A mais importante e impressionante do estado é a Zona Arqueológica de Calakmul, mas está a umas 2 horas de distância pelo menos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

É isso aí pessoal! Curtiram as dicas?

Para conhecer mais lugares bacanas, acompanhe nossa viagem de volta ao mundo pelo face:
www.facebook.com/mundosemfimoficial

2 comentários sobre “Conheça Campeche – a bela cidade amuralhada do México

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *