Chaitén – Conheça a cidade quase fantasma no sul do Chile

Localizada ao longo da Carretera Austral chilena, a pequena cidade de Chaitén foi duramente castigada pela erupção de seu vulcão de mesmo nome em 2008. Hoje, a cidade aos poucos volta a vida, mas o cenário de solidão é impressionante.

 Em maio de 2008, o vulcão Chaitén provocou a evacuação total desta pequena cidade. A destruição não se deu somente pelas cinzas que cobriram todo o local, mas também porque as lavas provocaram o deslocamento de um rio, que acabou dividindo a cidade em dois.
Aos poucos, alguns moradores foram voltando ao local, e as atividades na cidade voltaram a funcionar novamente.
"Chaitén is not Dead"
“Chaitén is not dead” (Chaitén não está morta) – pichação em um velho carro abandonado em Chaitén

Hoje, a cidade é um importante ponto de passagem de viajantes, principalmente para os que vêm e vão à Chiloé. Ainda assim, muitas das casas seguem fechadas e veículos abandonados são encontrados pelo caminho. A parte sul da cidade (que foi inundada pelo rio) ainda não está condenada, mas algumas pessoas (principalmente antigos moradores de rua) começaram a ocupar o local.

Carro abandonado em Chaitén
Carros e casas abandonadas por todos os lados

Para os viajantes que passam por aqui, o contraste é marcante: situada entre o Pacífico e as cordilheiras, a beleza natural que rodeia a cidade destruída impressiona qualquer um.
Apesar de parcialmente abandonada, o movimento constante dos turistas dá um pouco de vida a Chaitén.

Chaitén, Chile
Avisos de rota de fuga em caso de erupção.

Atrações

Geralmente as pessoas que passam por aqui estão somente de passagem mesmo. Se precisar ficar mais de um dia (geralmente se tiver que esperar o barco para Chiloé, que não é diário) pode fazer uma visita rápida ao vulcão ou relaxar em alguma terma.
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O belo por-do-sol no Pacífico.


Carona

Se for sair da cidade de carona em direção ao sul, vá tranquilo. Se quiser ir para o norte (sentido Puerto Montt) não vale a pena pedir carona. Além de ser difícil, você vai ter que pagar algo em torno de 6 mil pesos para atravessar as barcas (mesmo como passageiro de algum carro). Se pegar um ônibus até Hornopirén (primeira cidade depois de Chaitén para o norte) vai pagar apenas 5 mil, já incluindo a travessia das barcas.
A partir de Hornopirén, é possível pedir carona tranquilamente.
Esperando carona em Chaitén
Pedindo carona para Puerto Montt – péssima ideia.

Hospedagem

As alternativas pagas mais baratas estão em 5 mil por pessoa para campings e de 8 a 10 mil para hostels.
Se tiver de barraca e só de passagem, pode fazer como nós: acampar próximo à praia. Além de gratuito, pode fazer uma fogueira e se juntar com os outros mochileiros que passam por ali.
O melhor lugar é entre as árvores próximo ao posto de gasolina (onde você poderá pegar água e até usar o banheiro).
Acampando em Chaitén
Melhor lugar para acampar – próximo à praia!

 

Para mais dicas de viagens, curtam nossa página no face! 🙂

www.facebook.com/mundosemfimoficial

5 comentários sobre “Chaitén – Conheça a cidade quase fantasma no sul do Chile

    1. Fala rapaz!
      Cara, impossível não é, mas não sei se é uma boa ideia. Umas estão totalmente fechadas (com portas e janelas pregadas), outras comidas pelo mato e outras servem de banheiro para os moradores de rua!
      Mas, se procurar bem, capaz que encontre uma habitável! 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *