Como visitar a estátua do Buda de Leshan (China)

Conheça um dos destinos turísticos mais importantes da China!

Buda de Leshan, China
Buda de Leshan

A construção desta imponente estátua iniciou-se em 713, e só foi concluída 90 anos mais tarde. Com 71 metros de altura, ela era, na época, de longe a maior estátua do mundo. Hoje em dia seu tamanho já foi superado, mas ela ainda mantém o título de maior estátua de pedra do Buda. E, superada ou não, sua grandeza não deixa de impressionar (como referência, o Cristo Redentor tem 30 metros de altura, sem contar o pedestal).

A construção foi liderada pelo monge Hai Tong, que começou a juntar esmolas para financiar a obra. Diz a lenda que este monge arrancou seus próprios olhos como uma forma de mostrar seu comprometimento com a estátua. Ele infelizmente morreu antes de que ela ficasse pronta.

Buda de Leshan, China
Estátua do Buda de Leshan

Um fato interessante é que um dos objetivos da construção era que o Buda acalmasse as águas do rio que passava diante de si. Estas águas turbulentas já haviam destruído muitas embarcações. E o mais legal é que deu certo, embora talvez não por obra divina. Acredita-se que a terra removida do morro durante a construção foi jogada no rio, alterando assim o curso de suas águas.

Esta estátua, assim como toda paisagem que se estende até o Monte Emei, é reconhecida como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Como chegar?

A estátua está localizada na cidade de Leshan, na China. É possível chegar até ela em transporte público. Os ônibus 3 e K1 fazem a rota entre a estátua e a rodoviária de Leshan (a rodoviária é vizinha à estação de trens). A passagem custa apenas 2 yuan (pouco mais que 1 real).

Você pode se hospedar em Leshan ou fazer um bate-volta desde Chengdu. Há trens de Chengdu para Leshan a partir de 51 yuan (30 reais) e a viagem dura cerca de 1 hora.

Outra alternativa, interessante para quem quer conhecer também o Monte Emei, é se hospedar em Emei. O trem-bala de Emei para Leshan custa a partir de 11 yuan (7 reais) e a viagem dura apenas 10 minutos. Nós não visitamos o Monte Emei, mas decidimos nos hospedar em Emei porque as hospedagens lá eram mais econômicas (pagamos 70 yuan em um quarto de casal no hostel Teddy Bear).

Preço

O preço normal da entrada é 80 yuan (cerca de 50 reais). Quando visitamos, o acesso à plataforma que há em frente a estátua estava fechado, e portanto nos cobraram metade do valor (40 yuan). Pudemos observar apenas a estátua de cima.

Buda de Leshan, China
Quando visitamos, o acesso estava um pouco restrito por conta de obras de restauração

O passeio

Este passeio nos deixou um pouco decepcionados. Não que a estátua não fosse impressionante, mas imaginávamos encontrá-la em um lugar isolado, no meio da mata, acessível apenas por uma pequena trilha. Mas que nada: toda a região é um complexo turístico, com mirantes modernos, grandes templos, restaurantes e muita gente. E olha que fomos numa sexta-feira. Imagine se tivéssemos ido no fim de semana…

Mas acho que o que nos decepcionou mesmo foi o acesso à estátua estar restrito. Vê-la de cima é legal, mas não se vê muita coisa. Os templos do parque são bonitos, mas se você já visitou outros templos budistas na China não vai se impressionar tanto.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Há, dentro do parque, outra estátua, mas é preciso pagar mais 80 yuan para visitá-la. Esta nós pulamos.

O passeio pelo parque, incluindo a visita aos templos, é de cerca de 2 horas. Há algumas escadarias para subir, mas nada muito sofrido.

Outro passeio que fizemos (e que consideramos mais legal) foi pegar um barco para ver a estátua a partir do rio. O barco custa 35 yuan por pessoa e sai de um cais que está uns 200 metros antes de chegar ao parque. E o melhor é que, se quiser fazer apenas o passeio de barco, não terá que pagar a entrada. Este passeio dura uns 20 minutos.

Buda de Leshan, China
Buda visto desde o barco

É isso, pessoal!

Para mais dicas bacanas, acompanhem nossas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *