15 fatos bem curiosos sobre a Coreia do Norte

A Coreia do Norte é, de longe, o país mais curioso que já visitamos. Aqui selecionamos 15 curiosidades bem interessantes sobre este lugar!

1. A Coreia do Norte é o único país do mundo que tem um navio de guerra americano capturado. Trata-se do navio espião USS Pueblo, que hoje é mantido como um troféu em um museu de Pyongyang.

USS Pueblo - Coreia do Norte
Navio de guerra americano USS Pueblo, capturado pela Coreia do Norte

2. No Coreia do Norte é proibido usar calças jeans azuis, pois isso é considerado símbolo do imperialismo americano. Não encontramos fontes concretas sobre a situação de usar calças jeans de outras cores. Esta proibição não é imposta a estrangeiros que visitam o país.

3. Os anos na Coreia do Norte não se contam a partir do nascimento de Cristo, mas sim a partir de 1912, ano de nascimento do fundador da pátria, Kim Il-Sung.

Visto Coreia do Norte
Visto da Coreia do Norte. Detalhe na data de validade: o ano é 108.

4. Os norte-coreanos devem usar um broche com o desenho dos líderes pregado à camisa, do lado esquerdo do peito. Todos os broches têm a imagem do rosto do fundador da pátria, às vezes acompanhado também da imagem de seu filho, Kim Jong-il (pai do atual ditador). Apenas estão dispensados do uso as crianças e quem estiver fazendo trabalho braçal.

5. Só é possível visitar o país contratando uma excursão. Não dá para simplesmente entrar lá com a mochila nas costas e ir onde bem entender. Para saber mais sobre como é visitar a Coreia do Norte, leia nosso post completo aqui.

6. O atual (e eterno) presidente da Coreia do Norte é Kim Il-Sung, que morreu em 1994. Seus sucessores assumiram outros cargos de liderança, mas o título de “presidente” é reservado eternamente a ele.

7. O uso da maconha é tolerado no país. Não há fontes bem claras que indiquem se ela é 100% legal ou se o governo faz vista grossa, mas é possível plantar a erva em casa ou comprar cigarros que têm uma pequena porcentagem de maconha misturada ao tabaco.

8. Kim Il-Sung nasceu no mesmo dia do naufrágio do Titanic: 15 de abril de 1912.

9. O maior edifício não ocupado do mundo fica na Coreia do Norte. Trata-se do arranha-céu Ryugyong, um hotel que nunca foi finalizado.

Coreia do Norte
Ryugyong – o maior edifício não ocupado do mundo.

10. O maior estádio do mundo fica na Coreia do Norte: trata-se do estádio Rungrado 1° de Maio. Ele tem capacidade para até 114 mil pessoas, embora dizem que já chegou a receber até 150 mil.

11. A Coreia do Norte doou 500 mil dólares ao Japão em 2011, depois de este país ser atingido por um terremoto.

12. Há eleições no país e o voto é obrigatório, ainda que haja apenas um candidato por cargo.

13. Os computadores da Coreia do Norte rodam um sistema operacional próprio, chamado “Red Star OS”.

14. Em 2007 um navio da Coreia do Norte foi atacado por piratas da Somália, e foi resgatado por um navio de guerra estadunidense. O caso ficou conhecido como “incidente Dai Hong Dan”, e levou a Coreia do Norte a fazer algo sem precedentes: publicar uma nota de agradecimento aos Estados Unidos.

15. A linha de metrô de Pyongyang, a capital da Coreia do Norte, é a mais profunda do mundo. Tem cerca de 110 metros de profundidade, e serve também como abrigo subterrâneo para o caso de bombardeios.

Metrô de Pyongyang, Coreia do Norte
Metrô de Pyongyang, o mais profundo do mundo.

É isso, pessoal! Para mais dicas bacanas e ver vídeos interessantes, acompanhe-nos em nossas redes sociais. Nosso canal do YouTube está cheio de vídeos raros sobre a Coreia do Norte:

Dicas para a sua viagem:
  • Não perca tempo! Garanta a reserva do seu hotel pelos melhores preços no Booking.com
  • Prefere alugar uma casa? Então pegue aqui seu desconto de R$130 para a primeira hospedagem no AirBnb
  • Quer ganhar um extra com suas fotos de viagem? Aprenda a vendê-las por aqui.
  • Viaje sem sair de casa com os nossos livros!

2 comentários sobre “15 fatos bem curiosos sobre a Coreia do Norte

    1. Realmente o país é diferente de tudo o que já vimos. Saímos de lá com mais dúvidas do que tínhamos quando entramos.
      Espero que tenhamos a oportunidade de voltar lá no futuro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *